Huffpost Brazil

Australianos reportam roubo de computador e camisetas na Vila Olímpica

Publicado: Atualizado:
VILA OLMPICA
Reuters
Imprimir

Camisetas da equipe e um laptop foram roubados do prédio da Austrália na Vila dos Atletas dos Jogos Olímpicos do Rio, disse a chefe da equipe australiana Kitty Chiller no domingo (31).

Ela disse que três pessoas não identificadas foram vistas indo embora com as camisetas da equipe durante uma evacuação depois de um incêndio na sexta-feira, enquanto o laptop foi tirado de um quarto no quinto andar.

"Isso é preocupante", disse ela em entrevista coletiva, acrescentando que a presença de agentes de segurança tinha sido aumentada desde então, com o deslocamento de quatro guardas privados para a entrada do prédio e controles de identidade mais perceptíveis.

"Quando você tem 15.000 leitos, há um monte de pessoas caminhando ao redor da Vila. Eu não estou acusando ninguém, mas há um grande número de trabalhadores não credenciados, faxineiros, arrumadeiras, trabalhadores de manutenção ainda circulando. (...) Infelizmente, em uma área deste tamanho, com o número de edifícios e salas, roubo é inevitável."

Perguntada sobre as implicações de segurança, em um momento de maior preocupação sobre possíveis ataques terroristas, Chiller disse que ninguém se sente inseguro, mas todos os membros da equipe tinham sido lembrados a manter as portas fechadas e objetos de valor em lugar seguro.

O roubo é o mais recente de uma série de incidentes envolvendo a comitiva australiana. Chiller queixou-se na semana passada sobre a fiação exposta e sanitários entupidos, dizendo que o alojamento era não era seguro e não estava pronto para os para os atletas, que foram realocados em hotéis enquanto eram feitos os reparos.

O fogo no subsolo foi atribuído a um cigarro descartado no entulho deixado após os reparos.

Chiller não disse se o laptop continha dados sensíveis, e não afirmou quantas camisetas estavam faltando.

"Eram nossas camisas de 'Zika' - de mangas compridas e amarelas que tinham sido entregues e nós as empilhamos sobre a mesa de recepção, em um espaço comum ao ar livre", disse ela.

Os visitantes são aconselhados a usar camisas de mangas compridas, como precaução contra o vírus Zika transmitida por mosquitos.

Histórico de incidentes

A estadia da delegação da Austrália no Brasil tem sido repleta de incidentes. Ao chegar na Vila Olímpica, no último domingo (24), os australianos reclamaram das condições em que os apartamentos foram entregues, consideraram o local “inabitável”.

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, disse que estava fazendo o possível para resolver os problemas e que estava "quase botando um canguru na frente para pular na frente deles” para os atletas se sentirem mais em casa.

A brincadeira foi mal vista. E o prefeito fez um pedido de desculpas formal, na última quarta-feira (27).

"Vim aqui para uma desculpa formal. Sei que o canguru é um símbolo do país e sei que não era momento de fazer brincadeira. Eu sabia que vocês se sentiriam em casa com um canguru aqui, mas as pessoas disseram que isso não era uma coisa educada de se dizer. Acabou causando um problema”, disse.

LEIA TAMBÉM:

- Alarme de incêndio desligado é 'inaceitável', diz chefe da delegação australiana

- Lei de Murphy? Prédio da Austrália na Vila Olímpica tem princípio de incêndio

- Paes pede desculpa formal e ganha canguru da delegação australiana

Mais no HuffPost Brasil:

Close
Rio de Janeiro em ano de Olimpíadas
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção