Huffpost Brazil

12 coisas para o Biel fazer agora que 'deu um tempo' na carreira

Publicado: Atualizado:
Imprimir

Eis que Biel finalmente anunciou nesta quinta-feira (4) que dará uma pausa na carreira para focar "em estudos e projetos pessoais".

O cantor vem em uma maré baixa desde que assediou uma jornalista do portal iG em junho deste ano e continuou destilando machismo — além de vários preconceitos descobertos.

Seu erro mais recente foi dizer em entrevista ao programa TV Fama, da RedeTV! que a jornalista prejudicou sua carreira e que ele não iria mudar sua postura.

Isso reacendeu a fúria dos internautas e fez com que eles resgatassem tuítes antigos do cantor - que escancararam um passado extremamente racista, homofóbico, misógino e preconceituoso.

Com toda a repercussão, os próprios usuários decretaram o fim da carreira do cantor com a hashtag #ErrarÉHumanoPersistirNoErroÉBiel.

Por estes últimos acontecimentos, Biel parece ter jogado a toalha e está batendo em retirada.

Como o cantor de funk pretende "focar no estudos e projetos pessoais", o HuffPost Brasil separou algumas atividades muito interessantes que com toda certeza fariam muito bem ao seu amadurecimento:

1. Assistir ao documentário She’s Beautiful When She’s Angry na Netflix

Este documentário feito em 2014 faz um apanhado histórico de mulheres revolucionárias dos anos 60, então, para começar os trabalhos, o menino poderia aproveitar o tempo para conhecer um pouquinho sobre o movimento feminista e repensar sua misoginia.

2. Ler O Segundo Sexo de Simone de Beauvoir e Os Usos da Raiva: Mulheres Respondendo ao Racismo de Audre Lorde

Duas bibliografias ótimas para ter algum aprofundamento nas questões de gênero, racismo e privilégios. Biel poderia estudar estas teóricas feministas para conseguir reconhecer em si os tantos privilégios que tem e passar respeitar as mulheres como indivíduos autônomos.

3. Ouvir e aprender com as músicas de Karol Conká e Mc Carol

conka e mc carol

Duas cantoras negras, uma do rap e outra do funk, que têm letras maravilhosas sobre empoderamento feminino e racismo. Boa pedida para Biel rever sua postura e ter algumas inspirações artísticas.

4. Assistir ao documentário Domésticas no Netflix

Um trabalho que mostra "em estado bruto" as relações trabalhistas, sociais e culturais entre empregadas domésticas e as famílias que as empregam. Importante para Biel olhar para além de seu umbigo e entender privilégios de classe.

5. Assistir ao filme A História de Martin Luther King na Netflix

O filme de Thomas Friedman seria ótimo para Biel conhecer este símbolo na história da luta e conquista dos direitos civis dos negros nas décadas de 1950 e 1960 nos Estados Unidos e, com isso, repensar muito bem seus comentários racistas do passado.

6. Ler A Pedagogia do Oprimido de Paulo Freire

Esta obra de Freire é imprescindível para qualquer pessoa se tornar um pouquinho melhor. O entendimento da opressão de classe, o respeito pelo outro e o saber ouvir são algumas das lições tiradas deste livro que fariam muito bem a Biel.

7. Fazer um intensivão na Microcamp de como pedir desculpas

Ao longo dos últimos meses a postura de Biel foi um exemplo de como não agir quando errar na vida. Um curso para aprender o jeito certo seria bacana.

8. Aprender a se redimir com o Criolo - e a entender a realidade periférica do Brasil a partir de suas letras

Criolo é um rapper negro e periférico que já foi machista em algum momento de sua carreira, porém, ele soube aprender com os erros e inclusive retificou algumas de suas músicas do passado. Biel poderia tomá-lo como inspiração, além de aprender sobre o contexto socioeconômico das camadas mais marginalizadas da população com as letras do cantor.

9. Assistir ao filme Preciosa na Netflix

Este é um filme denso que deixa qualquer pessoa que o assiste com o estômago embrulhado. Talvez a dose certa de realidade que Biel precise para enxergar questões como a cultura estupro, racismo e pobreza.

10. Aprender a cantar de verdade com Ludmilla

Lud rainha do funk brasileiro tem um timbre de voz maravilhoso que poderia inspirar Biel a fazer algumas aulas de canto e melhorar também neste quesito.

11. Aprender a dançar de verdade com a Anitta

Biel gosta muito de dançar em seus shows e nos clipes, mas se ele realmente quer aprender a fazer isso a dica é que observe e siga os passos de Anitta.

12. Ter aulas de física pra aprender que o mundo não gira ao seu redor

Por fim, mas não menos importante, seria ótimo que Biel tivesse um pouco mais de perspectiva, não é mesmo?

E você, o que indicaria para o Biel fazer?

LEIA MAIS:

- 12 filmes na Netflix em que negros são protagonistas

- 12 documentários sobre mulheres tão F*DAS quanto Nina Simone para assistir na Netflix

- 9 filmes com romances lésbicos para assistir depois de 'Carol'

Também no HuffPost Brasil

Close
Famosos que reforçam a cultura do estupro
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção