Huffpost Brazil

Medalha é só um detalhe... 10 atletas que já venceram a Olimpíada

Publicado: Atualizado:
Imprimir

ibtihaj muhammad

Os Jogos Olímpicos do Rio, que começam nesta sexta-feira, certamente vão incluir momentos históricos. O golfe fará parte dos Jogos pela primeira vez, e boxeadores amadores e profissionais vão se enfrentar no ringue.

E, é claro, recordes esportivos em todos os eventos serão marcados e também superados pela primeira vez.

Mas o que dizer dos atletas que estão marcando recordes antes mesmo de competir?

Vários atletas olímpicos que vieram para o Rio este ano serão pioneiros de diferentes maneiras – desde a atleta mais velha que já competiu na ginástica olímpica até a primeira atleta negra a participar da equipe americana de polo aquático.

Veja a seguir alguns dos atletas mais impressionantes cuja simples participação vai mudar alguma coisa no esporte.

  • 1
    Jo Pavey, a esportista do atletismo mais velha da história
    Anadolu Agency via Getty Images

    Jo Pavey, da equipe olímpica do Reino Unido, possui a distinção de ser a representante da equipe de atletismo mais velha a competir na história olímpica (ela tem 42 anos).

    Em 2014, nos Campeonatos Europeus, ela tornou-se a atleta mulher mais velha a conquistar uma medalha de ouro em competição.
  • 2
    Ashleigh Johnson, primeira atleta negra a competir no polo aquático
    Lucy Nicholson / Reuters

    Ashleigh Johnson, 21 anos, será a primeira mulher negra que jamais competiu na equipe de polo aquático feminino dos Estados Unidos. Natural de Miami, Johnson será a goleira de sua equipe no Rio.
  • 3
    Ibtihaj Muhammad, primeira atleta americana a competir de hijab
    Lucy Nicholson / Reuters

    Muhammad, que tem 30 anos e vive em Maplewood, Nova Jersey, vai representar a equipe olímpica americana de esgrima na categoria sabre individual feminino.

    Ela é a primeira mulher da equipe americana a competir de hijab, o lenço de cabeça usado por algumas muçulmanas.
  • 4
    Nino Salukvadze e Tsotne Machavariani, primeira dupla olímpica formada por mãe e filho
    ASSOCIATED PRESS

    Nino Salukvadze e seu filho Tsotne Machavariani, de 18 anos, representam a primeira vez que mãe e filho competem na mesma Olimpíada.

    Os dois vão participar das competições de tiro dos Jogos do Rio, representando a Geórgia.
  • 5
    Bernard Lagat, o americano mais velho na equipe de atletismo
    Kent Horner via Getty Images

    Aos 41 anos, Bernard Lagat será o membro mais velho da equipe olímpica dos EUA a competir nas provas de corrida.

    Nascido no Quênia, Lagat, que é cidadão americano naturalizado, também é o segundo corredor americano mais velho que já competiu em uma Olimpíada.
  • 6
    Yusra Mardini e a primeira equipe olímpica de refugiados
    Michael Dalder / Reuters

    Yusra Mardini é uma nadadora síria de 18 anos e é refugiada. Pela primeira vez na história olímpica, ela e vários outros atletas refugiados não vão competir sob a bandeira da Síria, mas como parte do Time Olímpico de Refugiados.
  • 7
    Oksana Chusovitina, a ginasta mais velha na Olimpíada
    Brian Snyder / Reuters

    Oksana Chusovitina, 41 anos, do Uzbequistão, vai fazer história no Rio de Janeiro ao tornar-se a mulher mais velha que já competiu na ginástica olímpica. Ela vai enfrentar ginastas com menos de metade de sua idade, como Laurie Hernandez.
  • 8
    Lia Neal e Simone Manuel, primeira dupla de nadadoras negras da equipe olímpica americana
    Kevin C. Cox via Getty Images

    Lia Neal e Simone Manuel são estudantes da universidade Stanford que estão fazendo história na natação olímpica.

    Neal, 21 anos, e Manuel, 19, serão as primeiras nadadoras negras na história olímpica a representar os Estados Unidos. Vão competir na prova de revezamento 4x100, nado livre.
Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost US e traduzido do inglês.

LEIA MAIS:

- Atletas gregos dão um jeitinho de driblar a crise econômica para participar da Rio 2016

- Com mais de 5 mil atletas, Rio 2016 é a Olimpíada mais feminina da história

- 'Os atletas são exemplo de união e coragem': Katy Perry lança música-tema para inspirar as Olimpíadas

TAMBÉM NO HUFFPOST BRASIL:

Close
5 mulheres que enfrentaram o machismos nos esportes
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção