Huffpost Brazil

Rússia desmente envolvimento de vice-cônsul em assalto no Rio

Publicado: Atualizado:
RUSSIAN FLAG
Jim Young / Reuters
Imprimir

A Embaixada da Rússia desmentiu, na madrugada desta sexta-feira (5), o envolvimento de um representante diplomático do país em um assalto na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

Na quinta-feira (4), um suposto vice-cônsul da Rússia teria reagido a um assalto e matado o criminoso. A Delegacia de Homicídios da Capital informou que o homem lutou com o agressor e conseguiu tomar a arma do assaltante e atirar nele. A perícia foi realizada e diligências estão em andamento.

Em nota, a representação desmentiu o envolvimento de um diplomata russo e afirmou ainda que "no momento do incidente todos os funcionários do Consulado no Rio de Janeiro encontravam-se ou no interior do próprio prédio ou no espaço alugado para ser a base dos torcedores russos nas Olimpíadas, em Copacabana, a chamada 'Casa dos Fãs'".

"Os funcionários da representação diplomática são cidadãos russos, com nomes russos, o que não é o caso."

O homem foi identificado pela Folha de S.Paulo como Marcus Cezar Feres Braga esegundo informações do Estadão ele é um advogado de 60 anos. De acordo com a Folha, o Braga apresentou uma falsa carteira de identificação consular quando foi abordado.

No momento do crime ele dirigia uma BMW com a mulher e a filha. Ao Estadão, o Consulado disse ainda que seus funcionários não andam armados.

Também no HuffPost Brasil

Close
Cartazes de filmes na Rússia
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção