Huffpost Brazil

Doença rara não conseguiu impedir uma mulher de criar artes belíssimas com suas fotografias

Publicado: Atualizado:
MINIATURA
Monique W Photography
Imprimir

Monique Wilson enfrenta, há quase dois anos, o incessante mal-estar da tontura causada após uma viagem de navio quando recebeu o diagnóstico de sofrer do Mal de Debarquement (MdDS), ou Doença de Desembarque, uma rara doença de movimento e equilíbrio que causa uma sensação incomum de balanço e oscilação.

A MdDS, que geralmente se desenvolve após uma viagem de cruzeiro pelo oceano, pode causar uma falha na percepção, fadiga, dores de cabeça e falta de coordenação.

A condição é tão incomum que muitos doutores nem a reconhecem como um problema médico, o que faz com que o diagnóstico seja difícil de ser dado, de acordo com a Fundação MdDS da Doença do Equilíbrio, a MdDS Balance Disorder Foundation.

Mas para Wilson, os efeitos da MdDS são bem reais — e afetam cada aspecto diário de sua rotina.

“Minha experiência com a MdDS mudou a minha vida e a vida de toda a minha família”, contou Wilson ao The Huffington Post.

“Fora a constante sensação de estar movimento, eu sinto constantes dores de cabeça e dores no corpo. Tenho fadiga crônica e pensamentos confusos. Alguns dias os sintomas são tão fortes que eu caio e uma vez foi tão ruim que eu quebrei os ombros. Isso rouba a sua confiança em si mesma”.

Wilson procurou uma forma de lidar com seus sintomas e descobriu que levava jeito para a fotografia. Depois de brincar um pouco com a câmera que ganhou de seu marido, a forma que Wilson conseguiu lidar com o problema se tornou uma paixão artística.

O resultado é uma série deslumbrante de fotos de objetos em miniatura, que servem não só como uma saída criativa para Wilson, mas são uma forma de cura.

arte

Outra foto da série de objetos em miniatura de Wilson.

“Quando eu fui diagnosticada fiquei bem deprimida — eu perdi minha identidade e não havia forma de ganhar um senso de propósito e realização”, disse Wilson. “A fotografia me deu um motivo para sair de casa quando os sintomas eram mais leves e [a série de fotos] me permitiu tirar fotos até mesmo quando os meus sintomas eram mais graves”.

De acordo com pesquisadores do fenômeno, não se sabe ao certo quantas pessoas sofrem com MdDS, mas alguns estimam que são apenas alguns “milhares”. As mulheres sofrem mais do que os homens, de acordo com pesquisa publicada pelo Hospital Mount Sinai, embora o motivo não seja claro.

“A MdDS é uma condição invisível”, disse Wilson. “As pessoas somente te veem quando você está bem o suficiente para sair. Eu frequentemente ouço, ‘mas você não parece doente’ o que é difícil pois anula minha experiência”.

Um dia Wilson espera que a sua fotografia sirva como uma representação tangível que uma doença como a MdDS não define a pessoa ou limita suas habilidades criativas. É apenas uma questão de lidar com isso e ter uma vida gratificante.

“Ter MdDS significa que frequentemente não sou eu mesma e é importante tanto para a família como para o parceiro entender que eles também são afetados enormemente por isso”, disse ela. “Mas a aceitação faz uma grande diferença”.

Veja abaixo as imagens da série de fotos dos objetos em miniatura de Wilson:

(Tradução: Simone Palma)

Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost US e traduzido do inglês.

Viver bem é o tipo de desejo tão universal que se tornou um direito. Mas não há fórmula ou mágica que o garanta, o que deixa, para cada um de nós, a difícil tarefa de descobrir e pavimentar o próprio caminho. A newsletter de Equilíbrio vai trazer a você textos e entrevistas sobre saúde mental, angústias, contradições e alegrias da vida. Assine aqui para receber novidades no fim de semana.

LEIA MAIS:

- Artistas com deficiência de desenvolvimento exploram a beleza que envolve os alimentos

- Estudo mostra que fazer algum tipo de arte alivia o estresse - mesmo que você seja bem ruim nisso

- 10 homens famosos que estão derrubando estereótipos sobre saúde mental

TAMBÉM NO HUFFPOST BRASIL:

Close
Indiana ilustra emoções de pessoas ansiosas
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção