Huffpost Brazil
Marcella Fernandes Headshot

Gleisi Hoffmann acusa senadores de 'hipócritas' ao defender Dilma do impeachment

Publicado: Atualizado:
GLEISI DILMA
Suspended Brazilian President Dilma Rousseff attends a news conference with foreign media in Brasilia, Brazil, May 13, 2016. REUTERS/Ueslei Marcelino | Montagem / Agência Senado/ PR
Imprimir

Em defesa da presidente afastada, Dilma Rousseff, a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) chamou os senadores de "hipócritas" durante sessão plenária de discussão da fase intermediária do impeachment da petista.

"É um golpe. porque não pode ser o impeachment pelo conjunto da obra. O Conjunto da obra quem julga é a urna. Não o Congresso Nacional", disse. "Hipócritas, hipócritas, hipócritas", acusou ao final do discurso.

A expectativa é que a fase intermédia do impeachment no Senado, chamada pronúncia, seja votada ainda nesta terça-feira. São necessários 41 votos a favor do relatório do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG).

Caso o plenário aprove a continuidade do processo, a previsão é que o julgamento final da petista comece em 25 de agosto.

Ex-ministra da presidente afastada, a senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) afirmou que Dilma foi criticada pelo própria PT por não interferir nas investigações da Lava Jato.

"Em todos os partidos temos canalhas e corruptos. Enfim, corrupção não é prerrogativa de um partido só. Muito pelo contrário. A presidente foi muitas vezes atacada por membros do seu próprio partido porque o ministro da Justiça não tinha controle sobre a Polícia Federal. Mas ela deixou o ministro, e deixou livre a Polícia Federal."

Uma das mais atuantes defensoras de Dilma na comissão do impeachment, a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) chamou o relatório de Anastasia "fraudulento" e criticou manobras para acelerar a votação. "(O parecer) faz mil e um malabarismos, mas não consegue responder ao mais simples."

Após os discursos, acusação e defesa têm direito a meia hora de fala. Em seguida, dois oradores de cada lado fazem o encaminhamento e então é aberto o painel para votação.

Diversos opositores à petista abdicaram do tempo de fala para acelerar a votação. Dos 47 que falaram, 30 se manifestaram a favor do afastamento e 17 a defenderam.

LEIA TAMBÉM

- Senado vota parecer de Anastasia e decide se Dilma vai a julgamento

- Sanders critica Temer e pede que EUA se posicionem contra impeachment

- Aliados de Dilma pedem afastamento de Temer à Procuradoria-Geral da República

Também no HuffPost Brasil:

Close
Movimentos sociais se despedem do governo Dilma Rousseff
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção