Huffpost Brazil

Trabalhar e ficar com os filhos é uma realidade com estes 11 coworkings familiares

Publicado: Atualizado:
Imprimir

coworking

Trabalhar ou cuidar dos filhos?

Uma observação atenta de qualquer família brasileira da atualidade mostra o quanto essa dúvida angustia mães e pais.

Por muito tempo as opções cogitadas foram a saída do emprego, a contratação de uma babá ou deixar os filhos na creche – e trabalhar com o “coração na mão”.

Felizmente, uma outra opção vem se disseminando pelo país: O coworking familiar. Imagine trabalhar ao alcance de um abraço de seus filhos, sempre que a vontade bater?

Os coworkings são locais de trabalho compartilhados, como uma espécie de “aluguel” temporário de um escritório, onde se pode trabalhar por horas determinadas. São bastante utilizados por quem não quer trabalhar em casa ou viaja muito a trabalho.

Nos coworkings familiares, pais e mães podem trabalhar perto dos filhos, já que os espaços possuem cuidadores especializados e estão preparados para receber crianças.

O conceito transformado em realidade é bastante recente. O pioneiro, fundado em 2015, foi a Casa de Viver, em São Paulo (SP), na zona sul. Aos poucos, coworkings familiares têm surgido em outras regiões da capital, além de outras cidades do país, o que acaba construindo uma rede acessível e com diferentes opções.

A tradutora Carina Lucindo queria conciliar os cuidados da filha de cinco anos com o trabalho em um escritório de advogados. Ela vinha pesquisando sobre coworkings quando surgiu a ideia de acrescentar a presença de crianças.

Assim surgiu a Casa de Viver, que também tem como sócias a gestora estratégica e psicóloga Fernanda Santiago Torres e a designer Luciana Jansen.

casa de viver

Além da tradicional sala com mesas de trabalho, a Casa de Viver possui recepção, sala de reuniões, terraço e salas bastante espaçosas para as crianças.

Enquanto se trabalha no andar de cima, as crianças se divertem com cuidadoras especializadas e outras crianças no andar de baixo, em um arranjo que permite conciliar atividades profissionais com amamentação, almoço em família e as imprescindíveis manifestações de afeto entre mães, pais e filhos.

coworking

“Queremos mostrar para a sociedade que existem formas de trabalhar e viver a maternidade em equilíbrio. Criar uma rede de espaços de coworking familiar por São Paulo e pelo Brasil, para que essa opção seja acessível para um número cada vez maior de mulheres. É possível para as mães serem produtivas sem abrir mão de estar perto dos filhos”, diz Carina ao Projeto Draft.

Conheça, a seguir, alguns coworkings familiares espalhados pelo país:

Close
Locais para trabalhar e ficar com os filhos
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

LEIA MAIS:

- Site promove trocas, doações e vendas de produtos usados de recém-nascidos e crianças

- Lições valiosas sobre a importância da empatia na escola

- Escolas ensinam a lidar com as emoções