Huffpost Brazil

Rio: Soldado da Força Nacional é baleado na cabeça no Complexo da Maré

Publicado: Atualizado:
Imprimir

complexo da mare rio

Pelo menos dois homens da Força Nacional de Segurança (FNS) foram feridos nesta quarta-feira (10), na Vila do João, comunidade do Complexo da Maré, na zona norte da capital fluminense. Tiros foram disparados de dentro de uma favela perto do aeroporto internacional do Rio de Janeiro depois que erraram o caminho e entraram em uma via de acesso ao local, disse uma fonte da área de segurança.

Segundo informações do Estadão, o soldado Hélio Andrade, da Polícia Militar de Roraima, teve perda de massa encefálica após ser atingido na cabeça e foi levado para o Hospital Municipal Evandro Freire, onde passou por cirurgia.

Já o capitão Allen Marcos Rodrigues Ferreira, da PM de Roraima, foi ferido por estilhaços e socorrido no Hospital Municipal Salgado Filho.

O incidente ocorreu em um dos acessos à favela Vila do João, que fica às margens da Linha Amarela, via que leva do aeroporto para a Barra da Tijuca, bairro onde estão a Vila dos Atletas e o Parque Olímpico, coração dos Jogos Olímpicos do Rio.

O carro da Força Nacional, que foi enviada ao Rio como parte do esquema de segurança da Olimpíada, fazia uma patrulha de rotina e errou o caminho, indo parar na entrada da favela, onde foi recebido com tiros, de acordo com a fonte.

Pouco antes dos Jogos Olímpicos, agentes da Força Nacional que já estavam na cidade para o evento trocaram tiros com suspeitos quando faziam um deslocamento na Avenida Brasil, uma das principais vias expressas da cidade, e a viatura dos policiais foi atingida no retrovisor, mas ninguém ficou ferido.

A segurança tem sido um dos maiores problemas enfrentados pelos organizadores dos Jogos. Na terça-feira, um ônibus da Olimpíada com jornalistas foi alvejado por pedras, segundo autoridades, durante trajeto de Deodoro para o Parque Olímpicos, e duas balas perdidas já caíram no centro de hipismo dos Jogos.

Segundo a assessoria do Ministério da Justiça, em Brasília, o ministro Alexandre de Moraes foi direto para o Hospital Salgado Filho para saber do estado de saúde do militar ferido no ataque na Vila do João.

Com informações da Agência Brasil e da Reuters

LEIA TAMBÉM:

- Contra onda de violência, Exército chega a Natal e tenta impedir 100º ataque

- Rio: Turistas suecos saem de Uber para fotos e acabam rendidos

- Em ano de Olimpíadas, tráfico começa a expulsar PM das UPPs no Rio

Também no HuffPost Brasil

Close
Violência no Complexo do Alemão
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção