Huffpost Brazil

Nomeado por Sarney Filho para Ibama já comemorou comer animal silvestre, denuncia associação

Publicado: Atualizado:
PORCO DO MATO IBAMA
Montagem / Facebook
Imprimir

Nomeado pelo ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, como superintendente do Ibama em Tocantins, Luciolo Cunha Gomes brincou em 2013, que tinha "medo" de ser flagrado pelo órgão de fiscalização ao comer um animal silvestre.

A Associação Nacional dos Servidores da Carreira de Especialista de Meio Ambiente (Ascema Nacional), publicou um post atribuído a Lucíolo de 28 de julho de 2013, em que ele escreveu "Deliciando pernil de Caitutu (...) o medo aqui é só aparecer o IBAMA... rsss".

Caçar e utilizar animais silvestres sem permissão das autoridades ambientais é crime ambiental cuja pena varia de 6 meses a um ano de prisão, além de multa.

O caitutu também é conhecido como "porco do mato".

Gomes, que é advogado, foi nomeado em 9 de agosto no lugar de Flávio Luiz de Souza Silveira, biólogo e servidor de carreira.

LEIA TAMBÉM

- Vaias na abertura assustam e Temer resiste em participar do encerramento das Olimpíadas

- Mães da escola de Michelzinho reclamam de esquema de segurança

- Está proibido repreender protestos políticos na Rio-2016, decide Justiça Federal

Também no HuffPost Brasil:

Close
Manifestação contra Michel Temer
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção