Huffpost Brazil

Meninas do handebol ATROPELAM e vencem partida contra Angola

Publicado: Atualizado:
Imprimir

brazil women handball

A Arena do Futuro foi palco de uma disputa apertadíssima na manhã desta sexta-feira (12). Angola e Brasil disputaram a vaga nas quartas de final da Olimpíada e o Brasil venceu por 28 a 24.

Foi uma baita partida em que ambas as seleções demonstraram toda a técnica e garra para continuar na briga por medalha.
Durante o primeiro tempo, o jogo foi equilibrado e terminou com o empate de 13 x 13. A Angola demonstrou uma leve liderança em quadra, sobretudo no ataque com a artilheira Nathália. Mas o Brasil soube aproveitar bastante as oportunidades que teve e recuperou o placar.

No segundo tempo, o Brasil simplesmente atropelou. O time teve uma bela atuação e já começou abrindo vantagem mostrando a força com que jogou nas últimas vitórias contra a Noruega e a Romênia. A goleira Babi fez toda a diferença com suas defesas e foi ovacionada pelo público. Duda Amorim ampliou o placar com força nos contra-ataques e o Brasil chegou a abrir 7 pontos de vantagem.

Não deu outra. Vitória mais que merecida!

Angola

Apesar da vitória da seleção, o handebol da Angola continua surpreendendo.

O time africano ganhou o coração dos brasileiros com a goleira Teresa Almeida, mais conhecida como Bá, que nos seus belos 1,70m de altura e 98kg fez da sua condição física incomum ao esporte a nova paixão brasileira.

Na partida do time na última quarta-feira (10), o coro dos torcedores fez eco na arena. 'Ahhhhhhhhh, a Bá é melhor que Neymaaaarrrr', gritavam para incentivar a goleira considerada gorda.

E hoje o ritmo do time não foi diferente. Na partida contra a seleção feminina brasileira, quem roubou a cena, e deu trabalho às brasileiras, foi a capitã Nathalia, a grande artilheira da seleção africana.

É nítida a evolução do time, mas até aqui, são apenas duas vitórias da seleção feminina de Angola na história das Olimpíadas. A primeira (e única até então) aconteceu em Londres, em 2012, quando elas fizeram 31 a 25 na seleção da Grã-Bretanha.

LEIA MAIS:

- Rio 2016: 13 atletas LGBT que brilham na Olimpíada

- Rafaela Silva tem dia de glória na Rio 2016 e garante bronze para o Brasil

- Medalha é só um detalhe... 10 atletas que já venceram a Olimpíada

Também no HuffPost Brasil

Close
Brasileiras brilham nestas modalidades olímpicas
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção