Huffpost Brazil

Boxeador cubano dedica vitória no Rio a Fidel no aniversário de 90 anos do líder

Publicado: Atualizado:
FIDEL CASTRO
Montagem/Agências de notícias
Imprimir

O boxeador cubano Leinier Pero dedicou neste sábado (13) sua vitória no boxe nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro a Fidel Castro, no dia em que o líder e ex-presidente de Cuba comemora seu 90º aniversário.

“Eu quero mandar meus parabéns para o comandante”, afirmou Pero, de 23 anos, depois de vencer por decisão unânime sobre o italiano Guido Vianello. “Temos que aprender a sermos grandes e aqui estamos com uma vitória para dedicar a ele.”

Pero, campeão dos Jogos Pan-Americanos de Toronto no ano passado, é um dos dez lutadores olímpicos de Cuba, país onde o boxe é sagrado e que consistentemente derrota nações maiores em importantes competições, incluindo as Olimpíadas.

Natural da cidade de Camagüey, Pero avançou para as oitavas de final.

Mas dois pugilistas cubanos, incluindo um medalhista de ouro dos Jogos de 2012, foram eliminados no Rio. Neste sábado o meio-médio Roniel Iglesias Sotolongo, atual campeão olímpico, perdeu para Shakhram Giyasov, do Uzbequistão.

CARTA

Já Fidel, que não aparece em público no dia do seu aniversário há muitos anos, preferiu celebrar a data publicando um artigo, no qual deixou um pouco de lado as comemorações e criticou o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, por não ter pedido desculpas pelas bombas atômicas de Hiroshima e Nagasaki durante sua recente visita ao Japão.

"É necessário martelar a necessidade de preservar a paz e que nenhuma potência se sinta no direito de assassinar milhões de seres humanos", acrescentou, se referindo a Washington. No entanto, ele também agradeceu pelas mensagens enviadas por ocasião de seu aniversário.

"Elas me dão forças para retribuir por meio das ideias que transmitirei aos militantes do nosso partido", afirmou.

(Com informações da Reuters e da Agência Brasil)

LEIA TAMBÉM:

- Ela não vê os pais desde os 6 anos, mas eles são sua maior motivação para correr

- O poder do esporte: 200 mil refugiados vão assistir às Olimpíadas no Quênia

- PARCERIA: Amazona holandesa desiste da Rio 2016 para poupar cavalo

Também no HuffPost Brasil

Close
Maré: A força da Escola de Lutas José Aldo
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção