Huffpost Brazil

Em jogo SOFRIDO, Argentina derrota Brasil por 111 a 107 no basquete

Publicado: Atualizado:
ARGENTINA BASKETBALL
Jim Young / Reuters
Imprimir

Em uma partida muito sofrida, espetacular e que não tinha como ser mais emocionante, a Argentina derrotou a seleção masculina de basquete por 111 a 107 pontos, na segunda prorrogação.

O maior clássico do basquete sul-americano, na primeira Olimpíada sediada na América do Sul. Independente de qual fosse o resultado, já sabíamos que a partida entre Brasil e Argentina seria um grande espetáculo. E assim foi. O jogo só foi resolvido após duas prorrogações, e os segundos se tornaram eternos.

Nossa situação agora fica complicada e depende dos meninos em quadra, mas também de um bocado de sorte. Diante do resultado de hoje, a seleção brasileira precisa precisa vencer a Nigéria na segunda-feira (15) e torcer para a Espanha não vencer os dois jogos que ainda disputa nesta etapa - contra a Lituânia e contra a Argentina.

E, em mais uma demonstração de espírito olímpico, Marcelinho Huertas e o argentino Scola fizeram um belíssimo discurso antes do jogo, onde pediram paz entre as torcidas, historicamente rivais.

"Somos irmãos sul-americanos e pedimos que todos torçam civilizadamente e tenham espírito olímpico", solicitou o brasileiro.

Antes de falar, Scola foi vaiado, mas depois do importante pedido, foi muito aplaudido pelas duas torcidas.

Teve espírito olímpico, mas também teve muita zoeira e vaias. Em clima de brincadeira (ou nem tanto), os brasileiros parodiaram "Baile de Favela", e tiraram onda com os argentinos.

Torcidas à parte, a vitória era essencial para os dois: a Argentina tinha nas costas duas vitórias e uma derrota. Já o Brasil só havia derrotado a Espanha até agora - os outros dois jogos terminaram em derrota.

A PARTIDA

O jogo começou acelerado, mas pouco vantajoso para o time brasileiro, que perdeu o primeiro quarto de 19 a 28 para os hermanos. Foi no segundo quarto do jogo que os brasileiros "acordaram", venceram por 17 pontos de diferença e fecharam o primeiro com uma pequena vantagem: 52 a 44 para a gente.

No começo do segundo tempo, os hermanos chegaram a virar o jogo e chacoalharam, mais uma vez, a torcida. A competição era de basquete, mas não faltaram menções aos dois ídolos do futebol: Pelé e Maradona. O final do terceiro quatro do jogo, no entanto, foi de vantagem para o Brasil: 72 a 67. Em lances inacreditáveis, a Argentina encostou, e o jogo terminou empatado em 85 a 85.

Mas o Brasil fez BONITO na prorrogação, com direito a cesta de três pontos de Alex. Mas não foi suficiente, e a prorrogação terminou a 95 a 95.

Na segunda prorrogação os argentinos entraram com sangue nos olhos, e abriram rapidamente vantagem de oito pontos. A segunda prorrogação foi toda deles até Leandrinho acordar e marcar nove pontos. Não faltou garra para o Brasil, mas nossos vizinhos marcaram 111 pontos contra 107.

LEIA MAIS:

- Usain Bolt flutua, leva torcida à loucura e conquista vaga na semifinal

- PARCERIA: Amazona holandesa desiste da Rio 2016 para poupar cavalo

- Ginasta americana Simone Biles dá lição sobre adoção com APENAS oito palavras

Também no HuffPost Brasil

Close
NBA na Rocinha: Esporte e amor pela comunidade
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção