Huffpost Brazil

#ElasNaRio2016: Brasil vence Coreia do Sul por 3 sets a 0 em vôlei feminino

Publicado: Atualizado:
Imprimir

As meninas brasileiras seguem apavorando no vôlei na Rio 2016. Na noite desta sexta-feira (12), elas venceram a Coreia do Sul por 3 sets a 0, no Maracanãzinho.

No primeiro set, as coreanas abriram o jogo com defesa firme e marcaram o primeiro ponto. Poucos segundos depois, o Brasil empatou, com Fe Garay.

Mesmo com as vaias vindo da porção brasileira das arquibancadas, a Coreia do Sul seguiu atenta e consistente na resistência às investidas brasileiras.

O placar fechou em 25/17.

volleyball

O segundo set começou com o Brasil transformando o jogo em um open bar de pontos, praticamente. Uma substituição feita pelo técnico foi chave para encerrar o set: Sheilla saiu de cena e Fabíola assumiu seu lugar. Deixamos as coreanas muito para trás no placar: 25/13.

volleyball

Com a chegada do terceiro set, já podíamos chamar a partida de espetáculo das habilidades de nossa seleção.

Natália saiu em disparada pela quadra para não perder uma bola vinda do lado oposto da rede - conseguiu salvá-la e jogá-la para suas colegas continuarem com a partida. Fe Garay foi substituída por Jaque, recebida na quadra ovacionada pelo público.

volleyball

A Coreia do Sul, entretanto, reagiu a ponto de empatar com o Brasil: era 21 a 21 em um dos momentos mais tensos do jogo. Depois, as coreanas conseguiram nos ultrapassar - o placar chegou a 23 a 22 para elas.

volleyball brazil

Jaque conseguiu marcar dois pontos. Logo em seguida, a Coreia. 24/24. Em um terceiro match point para o Brasil, Dani Lins fez o saque e Thaísa, o ponto que faltava. O terceiro e último set foi encerrado em 27/25.

volleyball

Mais uma vez, elas foram brilhantes.

'Aqui não, queridinha!'

Se a seleção brasileira fez o público vibrar, o narrador do canal ESPN, Rômulo Mendonça, o fez rir e comentar nas redes sociais.

Cheio de idiossincrasias, Mendonça soltou pérolas como "aqui não, neném!" ou "aqui não, queridinha!", para cada ponto do Brasil; "para de correr, tá me irritando!", quando as coreanas comemoravam algum ponto correndo pela quadra; e recitava trechos da música Ragatanga.

Veja algumas reações no Twitter abaixo:

LEIA MAIS:

- Ela não vê os pais desde os 6 anos, mas eles são sua maior motivação para correr

- É Baby! É do Brasil!!! Rafael Silva fatura nossa 5ª medalha

- PARCERIA: Amazona holandesa desiste da Rio 2016 para poupar cavalo

Também no HuffPost Brasil:

Close
13 atletas LGBT que brilham na Olimpíada
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção