Huffpost Brazil

Inacreditável: Ex-prefeito é aprovado em concurso que ele mesmo criou e tem o 2º maior salário da cidade

Publicado: Atualizado:
JUSTICE
ImageDB via Getty Images
Imprimir

Mais um caso inacreditável na política brasileira deixou de queixo caído até mesmo o Ministério Público: um ex-prefeito da pequena cidade Cássia dos Coqueiros, de São Paulo, foi aprovado em um concurso público que ele mesmo criou, foi empossado, mas preferiu terminar o mandato. Após não ser reeleito prefeito da cidade, voltou para o posto -- que tem o segundo maior salário entre os servidores públicos da região.

Antônio Carlos da Silva, conhecido como Nenê Irmão do João da Caixa, era prefeito da cidade em 2011 quando decidiu abrir um concurso público para o cargo de advogado do município. A prefeitura contratou uma empresa para organizar o concurso e, dias depois, seu nome estava entre os inscritos. Nenê é formado em direito e ficou em terceiro lugar no exame. Surpreendentemente, o primeiro e o segundo colocado desistiram da vaga e o então prefeito foi convocado.

De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, Nenê chegou a ser nomeado advogado da cidade pelo vice, mas preferiu concluir o mandato. Em 2012, tentou reeleição pelo PSDB, mas foi derrotado por menos de 50 votos por Rosa Maria da Silva (PTB).

Sem emprego, Nenê voltou para o cargo de advogado da cidade justamente comandada pela adversária. Nenê Irmão do João da Caixa ganha um salário de quase R$ 4.000, que fica atrás apenas do salário da prefeita.

O caso foi levado ao Ministério Público e a Promotoria alega que Nenê demonstrou "absoluto desprezo e menoscabo pelas instituições democráticas."

O Tribunal de Contas do Estado considerou a admissão de Nenê ilegal. O advogado apenas permanece no cargo porque ele possui uma liminar. "A Justiça não provou nada de irregular. Para me condenar, precisa provar alguma coisa contra mim", disse.

Irmão de ex-prefeito acusado de corrupção

Como se já não bastasse o caso em si, a história em torno de Nenê Irmão do João da Caixa pode ser ainda mais absurda. Nenê é irmão de João dos Reis Almeida Silva, conhecido como João do Caixa, que foi eleito prefeito em 1996 e reeleito em 2000 na mesma cidade.

Em 2008, João do Caixa chegou a ser candidato ao posto de prefeito mas acabou renunciando após problemas com a Justiça, conforme informou o blog de Humberto Dantas, do jornal O Estado de S. Paulo.

Apesar de se afastar, João do Caixa deixou dois legados: o ex-prefeito e atual advogado Nenê e a vereadora eleita em 2012 com o nome "Fabiana Filha do João da Caixa". Está complicada essa história? Dantas explica:

"Impressiona como facilmente as pesquisas virtuais o ligam a diversos escândalos de corrupção na cidade. Vários portais trazem condenações e processos (...) Seria essa a razão de ter-se afastado em 2008? Criando a figura-legado do “Irmão do João da Caixa” e da “Filha do João da Caixa”? Provavelmente sim, mas nesse caso terminamos com a pergunta: o que faz com que o povo ainda vote e oferte poder a figuras, ou familiares de agentes, que devem tantas explicações das mais diferentes à sociedade local e à justiça? Em ano olímpico: Brasilsilsilsilsil!"

LEIA MAIS:

- Deputada Federal 'ignora' concurso público e recomenda empresário para cargo de diplomata

- TRT da Paraíba diz que cota para negro em concurso público é inconstitucional

Também no HuffPost Brasil

Close
Concursos públicos em 2016
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção