Huffpost Brazil

7 lugares que não aparecem na novela do Manoel Carlos e você precisa conhecer no Rio de Janeiro

Publicado: Atualizado:
Imprimir

"Quiet nights of quiet stars, quiet chords from my guitar floating on the silence that surrounds us..."

Você deve estar se perguntando de onde conhece essa música, certo? Ela foi abertura da novela Laços de Família, de Manoel de Carlos.

É fato, ouvir músicas de Tom Jobim faz com que sua memória seja abraçada por duas coisas: novelas de Manoel Carlos e, consequentemente, Leblon.

Muitos conhecem o Rio de Janeiro apenas pelas lentes do escritor, com as praias do bairro nobre e aquela vida mansa de quem trabalha e sai do expediente pra jogar um vôlei na areia.

Mas a Cidade Maravilhosa é muito mais do que isso!

Há um extenso cardápio cultural para conhecer, desvendar e aproveitar! Opções muitas vezes ignoradas por turistas de primeira viagem.

Pensando fora da caixinha, o HuffPost Brasil separou sete lugares especiais que você precisa conhecer no Rio e que não aparecem nas novelas do Maneco:

1. Parque Lage

A photo posted by innovision (@weareinnovision) on


O Parque da Lage fica aos pés do morro do Corcovado. Já começa bem, né?

Ele foi tombado pela Instituto do Patrimônio Histórico Artístico Nacional em 1957, e o palácio abriga, desde 75, a Escola de Artes Visuais gerenciada pela organização sem fins lucrativos Oca Lage.

A vista é belíssima; você ainda consegue respirar um ar puro e conhecer lindas obras de arte!

2. Real Gabinete Português de Leitura


O Real Gabinete Português de Leitura é uma biblioteca pública que já tem 179 anos! Ele fica no centro da cidade e é a associação mais antiga criada pelos portugueses do Brasil independente, depois de 1822.

Além de ter uma arquitetura hipnotizante de tão linda (parece que você está dentro de um filme de época), a biblioteca tem cerca de 350 mil volumes de obras raras disponíveis para qualquer amante de livros. Fica aí a dica, book lovers.

3. Centro Cultural Parque das Ruínas


O Centro Cultural Parque das Ruínas é um espaço ligado à Prefeitura do Rio e fica no bairro de Santa Tereza. Ele é voltado à produção e difusão das diferentes expressões artísticas como as artes visuais, as artes cênicas, a música, a dança e o cinema.

Aquele lugarzinho ideal pra galera vender suas artes e improvisar apresentações, sabe?

Além de tudo, o espaço tem um mirante com uma vista maravilhosa da região do centro, Lapa e todo o contorno da Baía de Guanabara. Um verdadeiro patrimônio carioca!

4. Mureta da Urca


Um lugar muito frequentado por moradores da cidade, mas não tanto por turistas. As pessoas costumam findar seus dias tomando uma cervejinha e vendo o pôr do sol lindo-de-morrer.

Uma dica boa é andar um pouco mais e ficar do lado oposto ao Cristo, com o finalzinho do dia caindo por trás dos morros.

5. Feira São Cristóvão

A photo posted by Tiago (@tiagobarros_rj) on


A Feira de São Cristóvão -- ou Feira dos Nordestinos -- é um ponto histórico de tradições e cultura nordestina na cidade do Rio. Localizada no bairro São Cristóvão, no centro, o pavilhão que era ocupado por retirantes nordestinos desde 1945 foi reformado e se tornou o Centro Municipal Luiz Gonzaga de Tradições Nordestinas.

A feira funciona quase todos os dias, exceto segunda. E você pode conhecer uma parte belíssima da cultura brasileira: O nordeste dentro do Rio de Janeiro.

6. Praça São Salvador

São Salva! 🙌🏾🌺🍀 #rivasandalias #rivainspira #pracasaosalvador #feira #chorinho

A photo posted by Riva Sandálias Artesanais (@rivasandalias) on


A praça São Salvador fica em um bairro fofíssimo do Rio, o Laranjeiras, na zona sul. Sabe aquele verso da música All Star, da Cássia Eller? "Estranho é pensar que o bairro das Laranjeiras satisfeito sorri."

E engraçado é que parece que o bairro realmente sorri. A Praça São Salvador lembra um pouco a Praça dos Artistas em Paris. Ela é um reduto de artistas e músicos e todo dia tem uma atração diferente. Sem luxo, o pessoal costuma ficar em pé ou encostado no coreto e em um chafariz.

7. Feira do Rio Antigo


Todo primeiro sábado do mês, a partir das 10 da manhã, a Rua do Lavradio é tomada por um dos melhores eventos ao ar livre do Rio: a Feira do Rio Antigo, que acontece desde 1996!

Ela lembra um pouco a feira de Notting Hill, em Londres, mas com o charme da nossa brasilidade e o peso histórico de ser na primeira rua residencial do Rio. Personagens icônicos do Brasil, como Machado de Assis, Carmem Miranda e Madame Satã, passaram por ali. Então visitar a feira é também rememorar a História da cidade.

A feira tem de tudo, desde comida típicas cariocas até lojinhas e barracas com um vasto leque de antiguidades. Tem tudo para todos os gostos. Vale muito a pena.

LEIA MAIS:

- Desafio! Só um verdadeiro carioca é capaz de acertar 100% deste quiz

- Por que o Rio de Janeiro é o paraíso da escalada no Brasil

- A Pedra da Gávea, no Rio, é o lugar perfeito para fotos (assustadoramente) incríveis

Também no HuffPost Brasil

Close
Músicas que cantam o Rio de Janeiro
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção