Huffpost Brazil

Camareira denuncia agressão de atleta búlgaro na Vila Olímpica

Publicado: Atualizado:
VILA OLIMPICA
Roberto Castro / Ministério dos Esportes
Imprimir

Mais um caso de agressão envolvendo atletas e camareiras na Vila Olímpica veio a público. Desta vez, um atleta búlgaro teria aplicado um golpe contra uma camareira ao sair do quarto.

As lesões teriam ocorrido no último domingo (14) e o caso está sendo investigado pela 42ª DP, no Recreio. De acordo com o jornal Extra, por volta das 9h da manhã, a camareira estava no 18º andar da torre 10 da Vila para arrumar quartos dos atletas. Quando ela se dirigia ao quarto 1705, o atleta búlgaro saiu do local e pegou na gola de sua blusa e a enforcou.

Segundo a camareira, depois de largá-la ele pegou uma vassoura "e começou a agredir outras três camareiras" que estavam no local. "A gente vai chamar representantes da delegação da Bulgária para prestar depoimento e para ajudar a identificar quem cometeu o crime", informou a delegada e titular da DP, Carolina Salomão, ao Extra.

Segundo o G1, a Polícia Civil está realizando diligências nesta terça-feira (16) para esclarecer os fatos. A delegação búlgara não divulgou o nome do atleta.

Este é o terceiro caso de violência na Vila Olímpica. No último dia 5, o boxeador marroquino Hassan Saada foi preso pela Polícia Civil após estuprar duas camareiras que trabalhavam no local. Ele teria tentado beijar duas camareiras, usando sua força para impedir que elas reagissem.

Saada deixou o Complexo Penitenciário de Bangu na tarde da última sexta-feira (12).

No dia 8 de agosto, o boxeador da Namíbia Jonas Junius, de 22 anos, também foi acusado de estupro. Ele teria agarrado e beijado uma camareira à força na Vila e ainda teria oferecido dinheiro para que ela mantivesse relação sexual com ele.

A vítima procurou a polícia e o boxeador foi preso, mas acabou sendo solto na quinta-feira (11).

LEIA MAIS:

- Boxeador da Namíbia é preso por estuprar camareira na Vila Olímpica

- Boxeador marroquino é preso por estuprar camareiras na Vila Olímpica

Também no HuffPost Brasil

Close
#PorTodasElas: Mulheres protestam contra Cultura do Estupro
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção