Huffpost Brazil

Nasce um mito: Quem é Katie Ledecky, a mulher mais vitoriosa da Rio 2016

Publicado: Atualizado:
Imprimir


katie ledecky

Ela é fã de Michael Phelps desde criança quando começou a nadar aos 6 anos.

Mas hoje, não só está na mesma equipe que ele, como roubou a cena e dispensa as comparações entre o também medalhista das piscinas. A americana de Washignton tem brilho próprio e já vem provando que é uma das maiores promessas da natação mundial e a rainha da modalidade.

Katie Ledecky tem 19 anos, 1,80m e alguns ouros na bagagem: 9 em mundiais, foi a campeã nos 800m livres em Londres e na Rio 2016 já garantiu mais 4 ouros e 1 prata. Precisa dizer mais?

Na última segunda-feira (15), o perfil oficial da natação dos Estados Unidos publicou duas fotos que simboliza muito bem sobre quem estamos falando: a primeira, Ledecky com apenas 9 anos tieta Phelps em início de carreira; já na segunda o processo se inverte - o mito que coleciona 28 medalhas é quem pede autógrafo para ela.

Inspiração

Se Phelps já é figura garantida nos holofotes, a nadadora passa despercebida pelos olhares da maioria. Mas para aqueles mais atentos, a técnica e a execução dos movimentos de Katie Ledecky são fontes de inspiração e estão colocando o nado em outro patamar.

Ela é especialista nas provas de nado livre e tem muita facilidade para manter o ritmo das braçadas, por isso é comum que ela abra vantagem nas provas de distância mais longas. Não a toa tem os melhores tempos da história dos 800m e foi ouro em 2012 com apenas 15 anos na categoria.

Em entrevista ao O Globo, o nadador brasileiro Nicolas Oliveira, que já está em sua terceira Olimpíada, não esconde a admiração pela atleta:

"Ela tem uma técnica sensacional e não é porque é uma mulher que eu não tenho que aprender. Para mim, o nado crawl dela hoje é um dos melhores do mundo. A forma como ela consegue manter o quadril mais alto, hoje, é uma tendência no estilo. Mas ela já estava à frente quando começou a mostrar isso no Mundial passado (Kazan-2015). E o cotovelo alto? Para mulher, manter aquela força que ela faz, é algo extraordinário, fantástico. E ela mantém a pernada um pouco mais reta, não dobra tanto o joelho. Quanto mais alto estiver na água, melhor."


Os gigantes

Na última capa da Sports Illustrated , revista americana referência na cobertura de esportes, Ledecky aparece ao lado de Phelps e Simone Biles.

A foto representa o que os EUA tem de melhor nesta temporada - juntos, eles conquistaram 14 medalhas para o país.

LEIA MAIS:

- Maratona aquática feminina tem reviravolta e brasileira Poliana Okimoto fica com a medalha de bronze

- Joseph Schooling, o fã que foi melhor que Phelps oito anos depois de conhecer o ídolo

- Esta é Fu Yuanhui, a atleta mais adorável da Olimpíada

Também no HuffPost Brasil

Close
Olimpíadas 2016 - Atletas com cabelo crespo
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção