Huffpost Brazil

Morre, aos 100 anos, o ex-presidente da Fifa João Havelange

Publicado: Atualizado:
JOAO HAVELANGE
ASSOCIATED PRESS
Imprimir

O ex-presidente da Fifa e ex-atleta olímpico João Havelange morreu nesta terça-feira (16), aos 100 anos, no Rio de Janeiro.

Em julho, Havelange foi internado no Hospital Samaritano, no Rio de Janeiro, em decorrência de uma grave pneumonia.

Segundo o ESPN, o ex-dirigente já apresentava um histórico de problemas de saúde. Em 2012, ele ficou em estado grave por conta de uma infecção bacteriana, e em 2014 foi internado por causa de uma infecção respiratória. Aos 100 anos, ele continuava lúcido, mas bastante debilitado.

Filho de belgas, Havelange dedicou sua vida ao esporte. Durante a adolescência, foi campeão na categoria juvenil pelo Fluminense. Em 1936 participou das Olimpíadas de Berlim como nadador, e em 1952 competiu no pólo aquático, em Helsinque.

Formado em Direito pela UFF (Universidade Federal Fluminense), entre 1956 e 1974 atuou como presidente da CBD (Confederação Brasileira de Desportos, a antiga CBF). O Brasil conquistou suas três primeiras copas durante os 18 anos que ele esteve no cargo.

À frente da Fifa ficou entre 1974 e 1998, sendo o primeiro não-europeu a assumir a função.

Havelange também foi membro do Comitê Olímpico Internacional (COI), entre 1963 e 2011, quando se desligou da entidade. Sua renúncia foi poucos dias antes de o comitê de ética do COI anunciar o resultado de uma investigação sobre pagamento de propinas pela ISL (detentora dos direitos de transmissão das Copas e das Olimpíadas). Havelange era suspeito de ter recebido US$ 1 milhão. As acusações contra o dirigente nunca culminaram em condenações judiciais.

Também no HuffPost Brasil

Close
Cerimônia de Abertura Rio 2016
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção