Huffpost Brazil

Teori autoriza abertura de inquérito contra Dilma por tentativa de obstrução de Justiça

Publicado: Atualizado:
DILMA ROUSSEFF
Esta é a primeira vez que a presidente afastada é alvo de inquérito no âmbito da Lava Jato | ANDRESSA ANHOLETE via Getty Images
Imprimir

O ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki autorizou a abertura de inquérito para investigar a presidente afastada Dilma Rousseff por suposta tentativa de obstrução de Justiça no âmbito da operação Lava Jato, disse nesta terça-feira a mídia.

Esta é a primeira vez que a presidente afastada é alvo de inquérito no âmbito da Lava Jato.

O ministro também autorizou a abertura de inquérito contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e os ex-ministros José Eduardo Cardozo e Aloizio Mercadante, disseram a GloboNews e o jornal O Estado de S.Paulo.

Segundo o jornal, em despacho na segunda-feira o ministro relator da Lava Jato no STF autorizou a realização de diligências no caso, o que é praxe após abertura das investigações.

O pedido de abertura de inquérito foi feito pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, em maio, para investigar suposta tentativa de atrapalhar as investigações da Lava Jato pela presidente afastada Dilma, Lula e os ex-ministros.

Teori havia devolvido a Janot o pedido de investigação em junho, após anular o uso da gravação de conversa telefônica entre Dilma e Lula sobre o termo de posse do ex-presidente como ministro da Casa Civil, um dos elementos usados por Janot no pedido de investigação.

A linha de investigação leva em consideração, além da nomeação de Lula para a Casa Civil, a delação premiada do ex­-senador e ex-líder do governo Delcídio do Amaral, a tentativa de evitar que o parlamentar cassado fechasse acordo de delação com o Ministério Público Federal (MPF) e a nomeação do ministro Marcelo Navarro Ribeiro Dantas para o Superior Tribunal de Justiça (STJ).

A assessoria do STF não confirmou as informações, pois o caso corre sob o sigilo de Justiça.

Dilma disse, por meio de nota, que a decisão do ministro de autorizar abertura de inquérito pela PGR "vai permitir elucidar os fatos e esclarecer que em nenhum momento houve obstrução de Justiça"

Também em nota, o ex-presidente Lula afirmou que "jamais praticou qualquer ato que possa configurar crime de obstrução à Justiça".

LEIA MAIS:

- Em carta, Dilma oficializa apoio a plebiscito para antecipar eleições presidenciais

- Cadê? Planalto vai abrir sindicância para encontrar faixa presidencial

Também no HuffPost Brasil

Close
Impeachment: As reações da imprensa estrangeira ao afastamento de Dilma
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção