Huffpost Brazil

Barrada no debate da Band, Luiza Erundina participará do lado de fora da emissora

Publicado: Atualizado:
Imprimir

O povo avisa: prefeita é a Luiza!

Não quero Marta nem Haddad; é Luiza a prefeita da cidade!

Doria, seu covarde, está com medo do debate!

Faltando três horas para o primeiro debate dos candidatos a prefeito de São Paulo, uma ausência está causando barulho do lado de fora da sede da TV Band, no Morumbi, na zona oeste da capital.

Cerca de 100 manifestantes se reúnem na porta da emissora no início da noite desta segunda-feira (22) condenando a proibição da candidata Luiza Erundina (PSOL) de participar do debate.

Na sexta passada, o TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo) negou pedido de Erundina para participar do debate da Band.

De acordo a lei, apenas candidatos de partidos com mais de nove deputados na Câmara Federal estão autorizados — o que não é o caso do PSOL, que conta com apenas seis.

A deputada federal poderia apenas figurar na Band se 2/3 dos seus adversários na Band aceitassem que fosse incluída.

Contudo, Marta Suplicy (PMDB), João Doria (PSDB) e Major Olímpio (Solidariedade) vetaram a presença da socialista.

Barrada na Band, Erundina chegou ao local da manifestação por volta das 19h50 e promete fazer um debate paralelo ao da TV, respondendo as questões dos jornalistas, a partir das 22h15.

"É inadmissível que uma das candidatas que está liderando as pesquisas fique fora do debate. Isso é medo de discutir proposta ou represália?", questiona a militante Sandra Cardozo, que está no Morumbi.

O protesto foi convocado pelas redes sociais do PSOL, de Erundina e de seu candidato a vice, Ivan Valente.

A militância do líder nas pesquisas, Celso Russomanno (PRB), defende o protesto de Erundina.

"A gente quer apoiar uma eleição limpa, que seja para todos e que representa todos", afirma o militante Ricardo Pinto, do PTB, que integra a coligação de Russomanno.

LEIA MAIS:

- O dia em que as deputadas ocuparam a mesa de Cunha para resistir ao retrocesso

- Erundina pede à Justiça fim dos benefícios de Cunha; são R$ 541.085,63 por mês

Também no HuffPost Brasil

Close
Mulheres protestam contra Eduardo Cunha
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção