Huffpost Brazil

Menos três! Ryan Lochte perde outros dois patrocínios após confusão na Rio 2016

Publicado: Atualizado:
Imprimir


ryan lochte

Pegou muito mal toda a mentira sobre o suposto assalto criada pelos nadadores americanos. O medalhista Ryan Lochte está sentido na pele - e nos bolsos - as consequências do ocorrido.

Menos de duas horas depois de a Speedo anunciar que não vai mais patrocinar o atleta, a Ralph Lauren, outra grande marca, fez o mesmo.

Em comunicado, a empresa anunciou que não vai mais renovar o contrato do nadador:

"Ralph Lauren continua a orgulhosamente patrocinar os times olímpico e paralímpico dos Estados Unidos, e os valores que os atletas endossam. O acordo com Ryan Lochte foi especificamente para o apoio durante os Jogos Olímpicos do Rio-2016, e a companhia não irá renovar o seu vínculo."

A Syneron Candela, empresa de cosmético, também retirou seu apoio à Lochte quatro meses depois de nomeá-lo embaixador global da marca para um de seus produtos de acordo com informações da Reuters.

Já outro patrocinador, o fabricante de colchão Airweave, afirmou na última sexta-feira (19) que está monitorando as investigações do caso.

"Enquanto ele for um atleta respeitável, ele continuará a ser um embaixador da Airweave. Isso enquanto julgarmos que o nosso acordo de parceria continua eficaz", disse Motokuni Takaoka, CEO da empresa segundo a Reuters.

No Instagram, o atleta fez um post pedindo desculpas sobre o falso relato de assalto.

“Quero pedir desculpas pelo meu comportamento na semana passada – por não ter sido mais cuidadoso e sincero na forma como eu descrevi os eventos daquela manhã e por meu papel em tirar o foco de vários atletas [que estão] realizando seus sonhos em participar da Olimpíada. Eu esperei para dividir esses pensamentos até que houvesse uma confirmação de que a situação legal tinha sido resolvida e que estivesse claro que meus colegas de equipe chegariam em casa de forma segura.

É traumático sair de madrugada com seus amigos em um país estrangeiro – com outra língua – e ter um estranho apontando uma arma para você pedindo dinheiro para que você possa ir embora. Independentemente do comportamento de todos naquela noite, eu deveria ter sido muito mais responsável e, por isso, peço desculpas aos meus companheiros de time, fãs, competidores, patrocinadores e recepcionistas desse grande evento. Eu tenho muito orgulho de representar meu país em uma competição olímpica e essa era uma situação que poderia e deveria ter sido evitada. Eu assumo a responsabilidade do que aconteceu e aprendi algumas lições valiosas”, afirmou o nadador na rede social.

[...]Muito já foi dito e muitos valiosos recursos já foram dedicados para o que aconteceu no último final de semana, então eu espero que nós gastemos nosso tempo celebrando as histórias e performances incríveis desses jogos e olhemos para frente celebrando sucessos futuros."

@poloralphlauren @ralphlauren #usa #riodejaneiro #olympics

Uma foto publicada por Ryanlochte (@ryanlochte) em

O caso

Medalha de ouro no revezamento 4 x 200 m, Lochte estava acompanhado por três nadadores dos Estados Unidos que alegaram terem sido assaltados no trajeto entre o Club France, na zona sul do Rio, e a Vila Olímpica do Rio.

A versão acabou desmentida pelos próprios colegas do nadador. Posteriormente, vídeos mostram os atletas depredando o banheiro de um posto de gasolina na Barra da Tijuca e chegando na Vila dos Atletas horas depois do suposto assalto.

Em entrevista ao Jornal Nacional no sábado (20), o nadador disse que foi imaturo em suas atitudes, e pediu desculpas ao povo brasileiro. Antes disso ele havia divulgado um comunicado no qual se desculpava pelo incidente, mas não reconheceu que mentiu à polícia. O Comitê Olímpico dos EUA pediu desculpas pelo comportamento "inaceitável"dos atletas.

LEIA MAIS:

- Speedo anuncia fim do patrocínio a Ryan Lochte

- Americanos deixam mensagens de desculpa por Ryan Lochte em painel do aeroporto do Rio

- Após toda confusão, nadador Ryan Lochte diz que 'exagerou': 'O Brasil não merece isso'

Também no HuffPost Brasil

Close
13 atletas LGBT que brilham na Olimpíada
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção