Huffpost Brazil

Speedo anuncia fim do patrocínio a Ryan Lochte

Publicado: Atualizado:
RYAN LOCHTE
USA Today Sports / Reuters
Imprimir

A Speedo, gigante de artigos para natação, anunciou nesta segunda-feira (22) que rompeu o contrato de patrocínio com o nadador Ryan Lochte, protagonista do caso de um "falso assalto" no Rio de Janeiro.

"A Speedo USA anuncia hoje a decisão de parar de patrocinar Ryan Lochte. Como parte dessa decisão, a empresa vai doar parte do patrocínio - US$ 50 mil - à organização Save the Children, para as crianças no Brasil".

A empresa afirmou ainda que a parceria de dez anos com o nadador foi repleta de sucessos, e que deseja que Lochte "siga em frente e aprenda com a experiência".

"Não podemos tolerar comportamentos que vão contra valores que esta marca representa há tempos", informou a marca em comunicado divulgado nesta segunda-feira.

O caso

Medalha de ouro no revezamento 4 x 200 m, Lochte estava acompanhado por três nadadores dos Estados Unidos que alegaram terem sido assaltados no trajeto entre o Club France, na zona sul do Rio, e a Vila Olímpica do Rio.

A versão acabou desmentida pelos próprios colegas do nadador. Posteriormente, vídeos mostram os atletas depredando o banheiro de um posto de gasolina na Barra da Tijuca e chegando na Vila dos Atletas horas depois do suposto assalto.

Em entrevista ao Jornal Nacional no sábado (20), o nadador disse que foi imaturo em suas atitudes, e pediu desculpas ao povo brasileiro. Antes disso ele havia divulgado um comunicado no qual se desculpava pelo incidente, mas não reconheceu que mentiu à polícia. O Comitê Olímpico dos EUA pediu desculpas pelo comportamento "inaceitável"dos atletas.

LEIA MAIS:

- Após toda confusão, nadador Ryan Lochte diz que 'exagerou': 'O Brasil não merece isso'

- Rio 2016 diz que americanos não precisam pedir desculpas por falso assalto

Também no HuffPost Brasil

Close
Cerimônia de Encerramento Rio 2016
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção