Huffpost Brazil

Vizinhança nos EUA transforma ato de homofobia em corrente de amor ❤

Publicado: Atualizado:
CASAL
Reprodução/WCVB
Imprimir

Um casal de mulheres que vive em Massachusetts, nos EUA, foi vítima de um ato de homofobia, mas também recebeu uma intensa onda de solidariedade da vizinhança após sua casa ser atacada.

Desde o ataque contra a boate Pulse, em Orlando, quando 49 pessoas foram mortas em um tiroteio dentro da boate LGBT, Lauri and Cari Ryding mantêm uma bandeira com as cores do arco-iris na porta de sua casa. Após voltar de férias, as duas se deram conta de que a bandeira havia sido arrancada, e a casa do casal atingida com ovos.

Foi um duro lembrete do motivo pelo qual a bandeira fora hasteada.

O que se viu a seguir, foi uma onda de apoio da vizinhança, onde as duas moram há 23 anos "e sempre se sentiram bem vindas".

No último domingo (21), um esquadrão de crianças e adolescentes se encarrou de entregar, de casa em casa, uma bandeira com as cores do arco-íris. Em poucas horas, mais de 40 residências ostentavam a bandeira em suas portas.

"Nós nos perguntamos 'por que todos nós não temos bandeiras? Eles não podem arrancá-las de todos nós'", disse Dennis Gaughan ao Boston Globe. Ele e a mulher, Maura, encabeçaram a iniciativa.

"O ato de medo e maldade de uma pessoa criou essa poderosa manifestação de amor", disse Lauri ao Boston Globe.

LEIA MAIS:

- Se você é gay e apoia Trump, não se importa conosco

- Brasil é o país mais perigoso para homossexuais, diz NYT

- Estes 3 garotos venderam limonada em Parada LGBT para ajudar as vítimas de Orlando

Também no HuffPost Brasil

Close
Casamento gay é aprovado e os EUA comemoram
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção