Huffpost Brazil

'Vai ter mulher preta, gorda e da comunidade': MC Carol deu a MELHOR resposta para os haters

Publicado: Atualizado:
MC CAROL
Reprodução/Facebook
Imprimir

Mais uma vez alguns usuários destilaram todo seu preconceito em comentários na internet. Desta vez, o alvo foi a página da MC Carol que sofreu ataques homofóbicos, racistas e gordofóbicos por parte do grupo.

Mas a cantora não se abalou por isso. Em um post empoderado na página, ela deixou claro que deve tomar as devidas providências para que o ataque seja investigado na Delegacia de Crimes Virtuais.

"Para quem acha mesmo que isso vai surtir algum efeito na minha vida, que vou entrar em depressão e largar meu trabalho, que eu vou dar 15 minutos de fama para um bando de atoas, esquece."

Não é a primeira vez que a artista é alvo deste tipo de comentários. Em 2014, no inicio da carreira, ela recebeu uma enxurrada de mensagens hostis e racistas, mas decidiu não levar o caso adiante.

No Código Penal, o crime racial prevê pena de reclusão de 2 a 5 anos e multas, além de prestação de serviços à comunidade, incluindo atividades de promoção da igualdade racial.

MC Carol, infelizmente, faz parte de um grupo juntamente com outras mulheres, como Preta Gil, Maju Coutinho e Taís Araújo, que já sofreram ataques similares recentemente na internet.

LEIA MAIS:

- Taís Araújo sobre comentários racistas no Facebook: 'A minha única resposta pra isso é o amor'

- Rafaela Silva: Do racismo e depressão ao OURO olímpico na Rio 2016

- #EuEmpregadaDoméstica: Página no Facebook divulga relatos que escancaram preconceito

Também no HuffPost Brasil

Close
Frases inspiradoras de famosas sobre o feminismo
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção