Huffpost Brazil

Ato pacífico contra impeachment de Dilma termina com detenções e ferido por bomba da PM

Publicado: Atualizado:
VIOLENCIA
PM feriu manifestante e apreendeu menores | Montagem/Mídia Ninja/Jornalistas Livres
Imprimir

Um protesto pacífico contra o impeachment de Dilma Rousseff e o governo interino de Michel Temer, em São Paulo, terminou com a apreensão de quatro manifestantes adolescentes e o lançamento de bombas de efeito moral pela Polícia Militar do estado na noite desta terça-feira (30).

detencao

José Gabriel e Roberto Fernandes/Jornalistas Livres

A detenção dos menores foi registrada no acesso à rua Amaral Gurgel pelo coletivo Jornalistas Livres.

"A molecada começou a fazer um trajeto diferente do combinado com a PM. Aí alguém joga pedra, e aí já vem bomba da polícia... É aquela velha história de sempre, já estamos acostumados", relatou uma testemunha.

Quando parte dos manifestantes decidiu pegar um caminho alternativo — ir à sede da Folha de S.Paulo, pela rua Rêgo Freitas, na República, a PM lançou bombas de efeito moral contra eles.

Um jovem identificado como Luiz foi atingido:

Os manifestantes apreendidos foram levados ao 3º DP, nos Campos Elísios.

A concentração do ato ocorreu no fim da tarde no vão do Masp, na Avenida Paulista. Centenas de pessoas percorreram a Paulista rumo à Consolação e entraram na rua Augusta em direção ao Centro:

Nesta segunda-feira (29), a PM reprimiu com violência a manifestação "Fora Temer" na capital paulista.

LEIA MAIS:

- São Paulo vive manhã de protestos contra impeachment de Dilma Rousseff

- Manifestante pró-impeachment tenta agredir com pedaço de madeira manifestante pró-Dilma na Avenida Paulista (VÍDEO)

Close
Manifestação contra impeachment de Dilma
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual