Huffpost Brazil

São Paulo vive manhã de protestos contra impeachment de Dilma Rousseff

Publicado: Atualizado:
DILMA
Paulo Whitaker / Reuters
Imprimir

Uma série de protestos contra o processo de afastamento da presidente Dilma Rousseff interditou importantes vias de São Paulo na manhã desta terça-feira.

Segundo a Folha de S.Paulo, os protestos começaram pouco antes das 6h da manhã e bloqueiam pontos das marginais Tietê, Pinheiros, Radial Leste e da rodovia Régis Bittencourt.

Nas redes sociais, usuários relatam congestionamentos em vários pontos da cidade e sobrecarga nos serviços de transporte público, principalmente nas estações de metrô.

Os manifestantes fizeram barricadas e em alguns pontos da cidade queimaram pneus para impedir o trânsito. Segundo o G1, os atos foram coordenados pelo MTST, " com o objetivo de deixar uma mensagem ao presidente ilegítimo Michel Temer" de que não aceitarão cortes nos programas sociais, como o Minha Casa Minha Vida.

A Folha diz ainda que os atos também protestam contra a atuação policial na noite de terça-feira (30), quando a tropa de choque da Polícia Militar usou bombas de gás lacrimogêneo e de efeito moral para dispersar manifestantes que ocupavam a Avenida Paulista em um protesto contra o afastamento de Dilma.

LEIA MAIS:

- PM lança bombas de efeito moral e reprime protesto contra impeachment em São Paulo

- Manifestante pró-impeachment tenta agredir com pedaço de madeira manifestante pró-Dilma na Avenida Paulista (VÍDEO)

Também no HuffPost Brasil

Close
Manifestação contra impeachment de Dilma
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção