Huffpost Brazil

'Golpista é você que está contra a Constituição', diz Temer após assumir a Presidência

Publicado: Atualizado:
DILMA TEMER
Brazil's acting President Michel Temer waves as he arrives for a meeting on economic measures with party leaders from the Lower House and Senate at Planalto presidential palace in Brasilia, Tuesday, May 24, 2016. Temer announced belt-tightening measures aimed at pulling Latin America’s largest economy from its worst crisis in decades, including taking back billions it loaned Brazil’s state-run investment bank, abolishing a fund created to channel oil revenues into education, sharply | ASSOCIATED PRESS
Imprimir

Empossado como presidente da República na tarde desta quarta-feira (31), Michel Temer defendeu, em reunião ministerial, a legitimidade do impeachment de Dilma Rousseff. "Golpista é você que está contra a Constituição", afirmou.

De acordo com o peemedebista, não serão toleradas ações dentro da base que sejam contra o Planalto. "Se é governo tem de ser governo", disse.

Sobre o fatiamento da votação do impeachment, que manteve os direitos políticos de Dilma, apesar de cassar o mandato, Temer afirmou que a "não dá para aliados nossos se manifestarem no plenário sem ter uma combinação conosco". "Seria um gesto nosso. Não pode ser uma espécie de derrota do governo", completou.

De acordo com o peemedebista, a viagem ao G-20, na China, não será a passeio. "Estamos viajando precisamente para revelar aos olhos do mundo que temos estabilidade política e segurança jurídica", afirmou. "Não estamos viajando a passeio."

O embarque da comitiva para a Ásia está previsto para as 19h desta quarta-feira. Estão presentes os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e José Serra (Relações Exteriores) e o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).

Temer pediu aos partidos para contribuírem com a aprovação de medidas no Congresso, como o teto de gastos e as reformas previdenciária e trabalhista.

"Temos de insistir juntos as bancadas e eu farei pessoalmente", afirmou. O peemedebista disse que há condições de aprovar o teto de gastos ainda este ano.

O presidente fez uma referência indireta à falta de diálogo na gestão Dilma e disse que no governo dele "não é um partido que está no poder que despreza os demais".

LEIA TAMBÉM

- Em sessão de 11 minutos, Temer é empossado presidente e jura 'promover o bem geral do povo brasileiro'

- Dilma Rousseff: 'Condenaram uma inocente e consumaram um golpe parlamentar'

- 'Dia que a democracia precisa estar de luto', desabafa Cardozo

Também no HuffPost Brasil:

Close
Impeachment de Dilma Rousseff
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção