Huffpost Brazil

Madonna dá bronca em filhos de Donald Trump que mataram leopardo

Publicado: Atualizado:
MADONNA
Madonna em apresentação no Macau, em fevereiro deste ano | ASSOCIATED PRESS
Imprimir

Madonna não ficou nem um pouco feliz ao saber que Donald Jr. e Eric Trump, filhos do candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, já mataram um leopardo.

A foto é de uma expedição de caça de anos atrás, mas reapareceu e viralizou recentemente, durante a campanha do bilionário. A cantora postou no Instagram a imagem e escreveu: "o quão desprezível você tem que ser para matar esse nobre animal por esporte? Apenas pergunte a Donald Trump Jr. e seu irmão Eric".

"Mais uma razão para votar em Hillary", afirmou, em apoio à candidata democrata.

A photo posted by Madonna (@madonna) on


Não é a primeira vez que os irmãos Trump se envolvem em controvérsia envolvendo direitos dos animais. A mesma ocasião do registro acima rendeu, também, uma foto de Trump Jr. segurando a cauda de um elefante morto.

Em 2015, o candidato republicano defendeu os filhos comparando caça de animais com golfe.

"Meus filhos adoram caçar. Eles são membros da NRA [Associação Nacional do Rifle], com muito orgulho. Acredito fortemente da Segunda Emenda", contou, referindo-se ao direito constitucional que os norte-americanos têm de portar armas.

"Mas meus filhos são caçadores. Eric é um caçador e eu diria que ele coloca [a caça de animais] em pé de igualdade com o golfe, senão a frente do golfe. Meu outro filho, Don, é um caçador. Eles são grandes atiradores, têm ótimas miras, eles amam isso."

Trump fez os comentários acima em entrevista coletiva à imprensa em julho do ano passado, como mostra o Telegraph.

LEIA MAIS:

- ASSISTA: Este gato tem mais medo do Donald Trump que você

- Papa receberá cão que ajudou a resgatar vítimas de terremoto

- Vitória: ONG resgata animais e fecha 'pior zoológico do mundo'

Também no HuffPost Brasil:

Close
Caras e Bocas de Donald Trump
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção