Huffpost Brazil

De tornozeleira eletrônica, japonês da federal volta a escoltar presos da Lava Jato

Publicado: Atualizado:
NEWTON ISHII
Japonês da federal escola o ex-ministro José Dirceu | Rodolfo Buhrer / Reuters
Imprimir

Conhecido como ‘japonês da federal’, o agente da Polícia Federal Newton Ishii voltou a escoltar os presos da Operação Lava Jato. De tornozeleira eletrônica, Ishii foi visto na segunda-feira (5), na prisão do empreiteiro Léo Pinheiro. Na terça (6), foi visto novamente, ao lado do pecuarista José Carlos Bumlai - que também usa tornozeleira eletrônica.

O agente foi condenado a quatro anos e dois meses por ter facilitado o contrabando na fronteira de Foz do Iguaçu (PR). Por causa disso, ele chegou a ficar afastado das funções. Ele ficou famoso com a presença constante das operações. Entre os políticos que ele escoltou está o ex-ministro José Dirceu.

Ishii cumpre pena no regime semiaberto, deve ficar em casa entre 23h e 5h na semana e não pode sair no fim de semana. O agente, entretanto, não pode sair de Curitiba e região sem autorização prévia. O monitoramento ocorre até 21 de outubro.

O retorno de Ishii repercutiu no Twitter:

LEIA TAMBÉM:

- A internet ficou louca: Japonês da Federal prende Japonês da Federal prende Japonês...

- 'Japonês da Federal', que virou astro da Lava Jato, é preso em Curitiba

- STJ mantém condenação por corrupção do 'Japonês da Federal'

Mais no HuffPost Brasil:

Close
Entenda a Operação Lava Jato
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção