Huffpost Brazil

'Ela viveu a sua verdade': Despedida de Patricia Arquette da sua irmã transgênero é ode à tolerância

Publicado: Atualizado:
ALEXIS ARQUETTE
Mario Anzuoni / Reuters
Imprimir

No último domingo (11), Alexis Arquette, atriz e militante transgênero, morreu aos 47 anos. Ela era irmã de quatro outros atores de Hollywood: Richmond, Rosanna, David e Patricia Arquette. De acordo com o TMZ, ela estava enfrentando uma doença difícil que não foi divulgada.

A morte de Arquette foi sentida por muitos nomes da comunidade LGBT devido a sua força e representatividade. Em memória à irmã, Patricia Arquette, vencedora do Oscar de melhor atriz em 2015, compartilhou um depoimento emocionante:

"Alexis foi uma artista e pintora, uma cantora, e uma atriz brilhante. Ela estrelou em filmes como Noites Violentas no Brooklyn, Pulp Fiction, Caminhos da Vida e A Noiva de Chucky. Sua carreira foi interrompida, não por sua morte, mas por sua decisão de viver a sua verdade e a sua vida como uma mulher transexual.Apesar do pouco espaço para atores trans, ela se recusou a desempenhar papéis que degradantes ou estereotipados. Ela representou a vanguarda na luta pela compreensão e aceitação de todas as pessoas trans."

No depoimento, Patricia relembrou o processo de transição da irmã e conta o quão importante foi poder acompanhar o processo:

"Alexis nasceu como Robert, nosso irmão. Nós amamos ela desde o momento em que ela chegou. Mas ela era mais do que uma irmã - ela veio como nossa grande professora. Com a transição de Alexis, ela nos ensinou sobre a tolerância e aceitação. Durante o seu processo, ela se tornou a nossa irmã, ensinando-nos o que é o verdadeiro amor."

Alexis começou a atuar quando tinha 12 anos. Em 2006, ela se declarou publicamente transgênero e no ano seguinte ganhou um documentário sobre a transição.

No Twitter, familiares, amigos e membros da comunidade LGBT prestaram homenagem à artista.

ATUALIZAÇÃO

De acordo com a People, Alexis Arquette teria morrido em decorrência de complicações atribuídas à AIDS. Apesar de uma pessoa poder conviver com o vírus HIV por muitos anos, não raro a situação de uma doença como a pneumonia é agravada pela condição de a AIDS atingir o sistema imunológico. Porém, nenhuma fonte da família confirmou esta informação. Ainda segundo a People, Arquette teria lidado com a doença por anos.

LEIA MAIS:

- Em discurso na ONU, Patricia Arquette, vencedora do Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante, pede igualdade entre os gêneros

- Patricia Arquette vence o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante e pede igualdade salarial em Hollywood

Também no HuffPost Brasil

Close
6 famosos que têm filhos transgênero
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção