Huffpost Brazil

CPI da Merenda: PM joga spray de pimenta em estudantes dentro da Assembleia Legislativa de SP

Publicado: Atualizado:
Imprimir

A sessão da CPI da Merenda, que investiga fraudes nos contratos de merenda estabelecidos pelo governo do Estado de São Paulo, foi interrompida após a Polícia Militar jogar spray de pimenta nos estudantes que tentavam acompanhar o trabalho dentro da Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo).

Segundo a GloboNews, a sessão nem havia começado quando o tumulto começou. Impedidos de entrar no plenário, estudantes bloquearam a entrada da sala aos gritos de "se eu não entro, ninguém entra". Alguns deles passaram a noite acampados no prédio para acompanhar a sessão, prevista para começar às 9h.

A sessão seria realizada no plenário Dom Pedro I, e os estudantes pediram para que fosse utilizado o maior plenário da Casa.

Com o protesto, alguns parlamentares também acaram ficando de fora do plenário. Nesse momento começou uma confusão com direito a empurra-empurra. Policiais militares jogaram spray de pimenta nos manifestantes que se aglomeravam no corredor da Alesp. Um deles precisou ser atendido pela Brigada Militar.

Além dos estudantes, o cinegrafista da GloboNews Amós Alexandre foi agredido por um policial com um soco na barriga e um empurrão.

A Polícia Militar afirma que o spray de pimenta foi utilizado após dois policiais serem agredidos por manifestante. Um dos estudantes foi levado para a delegacia.

A CPI

Estava previsto para esta quarta-feira um dos depoimentos mais aguardados da CPI da Merenda, o do presidente da Alesp, deputado Fernando Capez (PSDB). O tucano foi citado por investigados como beneficiário no esquema que envolvia R$ 7 milhões em contratos com 21 prefeituras, além do governo estadual.

LEIA MAIS:

- Finalmente! PF vai começar a investigar a 'máfia da merenda'

- Gaviões da Fiel protesta por 'CPI da merenda'. E PM vasculha sede da torcida

Também no HuffPost Brasil

Close
SP: Protesto contra 'Máfia da Merenda'
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção