Huffpost Brazil

Obama é eleito a maior referência de liderança por jovens da periferia do Rio

Publicado: Atualizado:
GALPO APLAUSO
Reprodução/Facebook
Imprimir

Pode ter sido a cor da pele, a trajetória ou os discursos inspiradores.

O fato é que nenhum outro nome se tornou uma referência tão grande de liderança quanto o de Barack Obama para os jovens da periferia da zona portuária do Rio de Janeiro que participam do projeto social Galpão Aplauso.

Escolhido em uma votação entre os mais de 11 mil jovens atendidos na instituição, Obama foi homenageado no vídeo Obrigado, Obama, que deve ser entregue à ele até o fim de seu mandato, conforme combinado com a Embaixada Americana no Brasil.

Os jovens carentes responderam a uma pesquisa interna e elegeram o presidente como a maior referência de lideranças em suas vidas.

A relação entre o Galpão Aplauso e a Casa Branca começou em 2014, quando a ONG recebeu o prêmio de melhor projeto social do Tesouro Americano.

De lá para cá a instituição começou a campanha #ObrigadoObama e durante a visita da embaixadora dos Estados Unidos, Liliana Ayalde, a Zona Portuária do Rio foi incluída em sua agenda oficial das Olimpíadas.

Criado em 1990 pela economista Ivonette Albuquerque, o Galpão Aplauso começou atendendo 20 jovens em situação de vulnerabilidade social e sem nenhuma perspectiva de formação profissional. Por meio da formação artística, a dimensão da instituição se tornou muito maior.

Apoiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento, o projeto expandiu o atendimento de 20 para 300 jovens, e mais de 11 mil pessoas já tiveram suas vidas transformadas pela experiência proporcionada na ONG.

O método "Aplauso", como ficou conhecido, busca unir o desenvolvimento humanístico, ético, artístico e empreendedor construindo uma ponte entre a casa, que é a realidade socioafetiva das crianças da periferia, com a rua, o mundo cheio de oportunidades a serem aproveitadas por elas.

Para os jovens de 15 a 24 anos, são oferecidas, no turno oposto ao da escola, as oficinas artísticas de dança, circo, música, teatro e artes plásticas e, além de rodas de conversa sobre linguagem, raciocínio logico e valores humanos.

Para os que estão em idades entre 17 e 29 anos existe a capacitação profissional com as oficinas técnicas da área da indústria e serviço, o reforço escolar de português e de matemática. Uma vez empregados, os ex-alunos podem voltar a instituição para formações mais especializadas em suas áreas.

Mais do que a formação profissional o Galpão Aplauso é fonte de inspiração. E ao reconhecer Obama como referência, o recado dos jovens é claro: eles podem ser os líderes de amanhã.

LEIA MAIS:

- Desempregado, estudante de Belém trocou sala de aulas por ônibus e decidiu dar aulas

- Cultura maker aos jovens da periferia para inovação social

- Revista vendida por moradores de rua é ferramenta de inclusão social - e recruta voluntários

Também no HuffPost Brasil

Close
6 negros transformadores do mundo dos negócios e da tecnologia
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção