Huffpost Brazil

Família pede justiça para italiana que teve vídeo íntimo vazado

Publicado: Atualizado:
TIZIANE ITALIANA
Reprodução/Redes sociais
Imprimir

A família da italiana Tiziana Cantone, 31 anos, pede justiça após um vídeo íntimo dela ter sido vazado e divulgado em mais de 100 mil páginas da internet.

Tiziana se suicidou em Nápoles, na Itália. Ela foi encontrada morta na casa da mãe, no último 14 de setembro.

Há alguns meses, a italiana tinha compartilhado com amigos um vídeo íntimo no qual faz sexo com um ex-namorado, confiando que não seria compartilhado nas redes sociais. Um dos membros deste grupo acabou reproduzindo a gravação e o vídeo foi replicado em outras redes sociais e sites de pornografia.

Após a repercussão, Tiziana parou de trabalhar e se mudou de cidade. Ela também entrou na Justiça para as redes sociais removerem os vídeos. Apesar das plataformas deletarem o vídeo e ressarcirem a jovem em 20 mil euros, Tiziana continuou sendo alvo de ofensas e ameaças.

Quatro pessoas vão ser investigadas por difamação por conta de seu envolvimento no caso Tiziana. Eles são os amigos aos quais ela repassou o vídeo. A Promotoria napolitana também estuda abrir um processo pelo delito de invasão de privacidade.

A família da vítima pediu justiça, para que "sua morte não tenha sido em vão". O funeral aconteceu na quinta-feira (15) em Casalnuovo.

Suicídios são um problema de saúde pública e precisam ser prevenidos. A cada 40 segundos, uma pessoa se suicida no mundo, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde).

Caso você — ou alguém que você conheça — precise de ajuda, ligue 141, para o CVV - Centro de Valorização da Vida, ou acesse o site. O atendimento é gratuito, sigiloso e não é preciso se identificar. O movimento Conte Comigo oferece informações para lidar com a depressão. No exterior, consulte o site da Associação Internacional para Prevenção do Suicídio para acessar uma base de dados com redes de apoio disponíveis. O HuffPost Brasil possui também uma série de reportagens sobre a prevenção do suicídio e a importância de se falar a respeito.

Com informações da Agência ANSA.

LEIA MAIS:

- Quem pensa em se matar pode mudar de ideia: O suicídio precisa de prevenção

- Justiça critica promotor por humilhar vítima de estupro

Também no HuffPost Brasil

Close
14 famosas que defendem que elas ganhem o mesmo que eles
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção