Huffpost Brazil

Escola causa polêmica ao orientar pais a deixarem filhos resolver problemas sozinhos

Publicado: Atualizado:
ESCOLA
“É para ajudar os alunos a pensar além do botão automático de chamar os os pais para salvá-los.” | getty images
Imprimir

Uma escola católica de ensino médio para meninos no estado de Arkansas, Estados Unidos, sacudiu o Facebook ao postar um pedido aos pais.

Em 10 de agosto, a Catholic High School for Boys, em Little Rock, Arkansas, postou uma foto na rede social de um aviso exibido na escola. A nota diz aos pais que vieram à escola para trazer o lanche, livros e outros itens que os filhos esqueceram em casa para dar meia-volta e deixar os garotos “aprenderem a resolver os problemas” sem eles.

“Bem-vindos à Catholic High”, diz o aviso. “Ensinamos a ler, a escrever, aritmética e a resolver problemas.”

aviso
O diretor Steve Straessle disse que o aviso é um lembrete de uma política da escola que está em vigor há décadas.

Cerca de dez dias depois de ser postado no Facebook, o aviso havia sido compartilhado mais de 118 mil vezes e recebido mais de 70 mil reações. Steve Straessle, o diretor da Catholic High, disse ao The Huffington Post que o aviso é um lembrete de uma política da escola que está em vigor há décadas.

“Decidi postar o aviso este ano como um lembrete aos pais sobre nossa política e, mais importante, para enfatizar a razão para a política”, disse. “Não é para negar comida a ninguém. É para ajudar os alunos a pensar além do botão automático de chamar os pais para salvá-los.”

Straessle também disse que a política não impede que os estudantes comam o lanche ou aprendam, porque os recursos que os alunos precisam para acessar essas coisas estão disponíveis no campus.

“Ninguém passa fome”, disse. “A educação não é interrompida se um livro é esquecido. As crianças não são expulsas de um time de futebol por terem esquecido a joelheira ou o protetor bucal.”

Segundo a seção de comentários do post, os usuários do Facebook se mostram divididos em relação à política. Um usuário se referiu ao aviso como “o melhor” já visto e outro disse que a escola deve ser “aplaudida”. Já outros usuários acharam a medida muito dura.

“Você não pode resolver um problema com o estômago vazio, sem seus livros escolares ou se está deprimido por estar em apuros porque esqueceu tudo”, comentou um usuário. “Dê um tempo a eles!”

Segundo Straessle, os pais dos alunos da Catholic High “não têm reclamado”, pois já estavam cientes dessa política. Ele disse que não recomendaria essa abordagem para todas as escolas, especialmente naquelas com alunos mais jovens, mas disse que a política está alinhada com os objetivos da Catholic High.

“Funciona na Catholic High porque é intrínseca à nossa missão de ajudar os pais a ensinarem a autoconfiança, a autodefesa e a responsabilidade pessoal”, disse.

Cortesia: Today

Viver bem é o tipo de desejo tão universal que se tornou um direito. Mas não há fórmula ou mágica que o garanta, o que deixa, para cada um de nós, a difícil tarefa de descobrir e pavimentar o próprio caminho. A newsletter de Equilíbrio vai trazer a você textos e entrevistas sobre saúde mental, angústias, contradições e alegrias da vida. Assine aqui para receber novidades no fim de semana.

LEIA MAIS:

- Escolas ensinam a lidar com as emoções

- Escola municipal Nelson Mandela fala de racismo com as crianças e inspira ensino transformador

- Lições valiosas sobre a importância da empatia na escola

TAMBÉM NO HUFFPOST BRASIL:

Close
30 fotos que mostram a ‘fraude’ dos pais perfeitos
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção