Huffpost Brazil

‘Estamos caminhando para o Estado de Exceção', diz Dilma sobre atuação do governo Temer na Lava Jato

Publicado: Atualizado:
DILMA E TEMER
Montagem/Reuters
Imprimir

A declaração do ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, que deu a entender que ele tinha controle da Operação Lava Jato, foi considerada “grave” pela ex-presidente Dilma Rousseff.

Em nota, ela afirmou que a atitude do ministro, "num palanque eleitoral, em plena atividade de campanha em Ribeirão Preto, na véspera da prisão de Antônio Palocci, lança suspeitas de abuso de autoridade e do uso político da Polícia Federal”.

No domingo, o ministro disse a integrantes do Movimento Brasil Livre que haveria uma nova etapa da Lava Jato esta semana.

"Teve a semana passada e esta semana vai ter mais, podem ficar tranquilos. Quando vocês virem esta semana, vão se lembrar de mim”, afirmou o ministro.

"Se tal situação tivesse ocorrido em meu governo, estaríamos sendo duramente criticados pela imprensa e pela oposição. Estamos caminhando para o Estado de Exceção”, pontuou a ex-presidente, em nota.

LEIA MAIS:

- Antonio Palocci preso: Entenda a 35ª fase da Operação Lava Jato, que mira o ex-ministro

- STF autoriza investigação preliminar sobre Temer na Lava Jato

- PSDB e DEM veem prisão temporária de Mantega como fatal para PT

Mais no HuffPost Brasil:

Close
Temer e líderes mundiais
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção