Huffpost Brazil

Artemis e Lush se unem para dar IMPORTANTE recado sobre violência contra a mulher

Publicado: Atualizado:
Imprimir

"Mulher minha".
"Você vai sair assim?"
Incapaz.
Louca.

A ONG Artemis foi às redes sociais perguntar às mulheres vítimas de violência psicológica e patrimonial quais são as frases e palavras ofensivas ouvidas por elas. Algumas estão ali em cima.

E, em parceria com a marca de cosméticos Lush, foi criada a campanha "#tambéméviolência', para alertar sobre as agressões que não deixam marcas ou hematomas visíveis, mas que deixa cicatrizes profundas nas vítimas e que podem ser o gatilho para agressões físicas.

“No geral, nenhuma violência física ou sexual em um relacionamento afetivo acontece sem ser precedida por violências psicológicas ou morais, por isso é essencial para todas as mulheres entenderem que qualquer tipo de ofensa, ameaça ou abuso psicológico também é violência”, explica Raquel Marques, fundadora e presidente da Artemis, que enfatiza ainda a importância de se falar sobre o tema para "não romantizar" comportamentos violentos.

"Abuso é violência, chantagem é violência", diz a apresentadora Astrid Fontenelle, que participa do vídeo. "Eu acho que a gente precisa ter uma rede cada vez maior e cada vez mais forte para avisar: 'Querida, ele não pode falar assim com você. Prova de amor não é isso, prova de amor é a liberdade, exatamente o contrário da pressão e da opressão".

De acordo com dados divulgados pela campanha, 41% dos casos de violência doméstica acontecem dentro de casa, e 57% iniciam-se após o término do relacionamento. Ainda segundo a Artemis, 60% das brasileiras sofrem, sofreram ou sofrerão violência em um relacionamento afetivo.

LEIA MAIS:

- É racismo, sim: Marca de beleza é obrigada a mudar nome de produto para pele negra

- 'Eu me senti um nada. E ele ainda me ameaçou', relata jovem estuprada pelo namorado

- De 173 países, 46 não têm lei específica sobre violência contra mulher

Também no HuffPost Brasil

Close
Barbie espancada – vamos acabar com a violência doméstica
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção