Huffpost Brazil

'Racista, sexista e sonegador': Hillary fala verdades sobre Trump em debate

Publicado: Atualizado:
DEBATE
Mike Segar / Reuters
Imprimir

Um pouco perdida no começo do primeiro debate eleitoral na corrida pela presidência dos EUA, Hillary Clinton parece só ter acordado após 20 minutos de discussão.

Mas, quando a democrata resolveu atacar, ela não poupou o republicano Donald Trump de ouvir muitas verdades. Ela acusou seu adversário de ser racista, sexista e de sonegar impostos em um debate que durou 95 minutos, foi visto por mais de 100 milhões de pessoas e foi marcado pela troca de acusações, por ironias e por um Trump que tentava interromper Hillary repetida e exaustivamente.

Em uma das discussões mais acaloradas, Hillary acusou Trump de iniciar sua carreira política - embora nunca tenha ocupado nenhum cargo público - baseado em uma "mentira racista" ao insinuar que Barack Obama, o primeiro presidente afro-americano do país, não nasceu nos Estados Unidos.

Obama, que nasceu no Havaí, divulgou uma certidão de nascimento detalhada em 2011 para encerrar o assunto, mas só neste mês Trump disse publicamente que acredita que o mandatário nasceu em solo norte-americano.

"Ele [Trump] iniciou sua atividade política baseado nesta mentira racista de que nosso primeiro presidente negro não é um cidadão norte-americano. Não havia absolutamente nenhum indício disso. Mas ele persistiu. Persistiu ano após ano", disse a democrata.

Trump repetiu sua acusação falsa de que a pré-campanha presidencial fracassada de Hillaryem 2008 contra Obama deu início à polêmica sobre a nacionalidade de Obama.

"Ninguém estava insistindo nisso, ninguém estava dando muita bola para isso... fui eu que o fiz apresentar a certidão de nascimento, e acho que fiz um bom trabalho", afirmou Trump.

Hillary também questionou o temperamento do magnata e a forma com que ele trata as mulheres e as minorias. Em outro momento tenso, ela insinuou que Trump vem se recusando a divulgar sua declaração de imposto de renda para evitar mostrar a seus conterrâneos que não pagou quase nada em impostos federais ou que não é tão rico quanto diz ser.

"Deve ser algo realmente importante, até terrível, que ele está tentando esconder", disse ela.

Trump, que sempre que falava que gostava de uma cidade completava com "tenho imóveis e/ou investimentos lá" reagiu, dizendo que, como empresário, pagar impostos baixos é importante.

"Isso faz de mim uma pessoa esperta", disse. "Tenho uma renda enorme", afirmou ele em certo momento, acrescentando que está na hora de alguém que entende algo sobre dinheiro administrar o país.

Trump fungou alto em alguns momentos --um assistente de campanha disse que o candidato não está resfriado-- mas de forma geral se conteve. Ele disse que irá divulgar a documentação sobre seu imposto de renda quando Hillary publicar os 33 mil e-mails que foram deletados.

O candidato republicano estava se referindo ao escândalo provocado pelo uso de mensagens oficiais em seu computador particular, quando ocupava o cargo de secretária de Estado norte-americano. Hillary admitiu, durante o debate, que cometeu um erro nesse episódio e que assume a responsabilidade "pelo equívoco".

Touché

Uma das melhores respostas da republicana veio quando Trump disse que ela não teria "energia" para ser presidente.

Ela respondeu usando os números de sua própria experiência como secretária de Estado:: "Depois de viajar por 112 países, negociar acordos de paz, e até mesmo passar 11 horas dando depoimento no Congresso [como eu fiz], você pode falar sobre ter energia?"

Parece que o fato de não ter dedicado muito tempo à prática de debates custou caro a Trump: Muitas vezes, durante o debate, ele ficava com a respiração ofegante, aparentando estar nervoso, e uma pesquisa CNN/ORC feita logo após o evento mostrou que 62% dos entrevistados sentiram que Hillary venceu e que 27% acreditaram que o republicano foi o vencedor.

"Vocês estão bem hoje?", indagou Hillary a seus apoiadores após o evento. "Eu com certeza estou. Tivemos um ótimo debate".

Trump se declarou vencedor a repórteres presentes ao local do enfrentamento, e depois preferiu não comparecer a uma festa local na qual o debate foi assistido, que sua equipe havia deixado em aberto como uma possibilidade.

O fato é que até o dia 8 de novembro, muita coisa pode acontecer.

(Com informações das agências de notícias)

LEIA MAIS:

- Obama MANDA A REAL: Trump está 'despreparado' para ser presidente

- George Bush vai votar em Hillary Clinton, diz filha de Robert F. Kennedy

- Entre Donald Trump e Barack Obama, esta menina definitivamente escolheu Obama

Também no HuffPost Brasil

Close
12 fotos incríveis de Hillary Clinton
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção