Huffpost Brazil

Marta critica Haddad e diz que 'não tem motivo para acompanhar' Temer na votação

Publicado: Atualizado:
MARTA SUPLICY
Reprodução / TV Globo
Imprimir

A candidata à prefeitura de São Paulo pelo PMDB, Marta Suplicy voltou a criticar a gestão Fernando Haddad (PT) ao votar na manhã deste domingo (02) no primeiro turno.

"Sou alguém que conhece palmo a palmo essa cidade. Tenho capacidade de fazer e de realizar. E sei governar para os que mais precisam. O atual prefeito trabalha com R$ 50 bilhões, eu trabalhei com R$ 13 bilhões e fiz muito mais", afirmou no Colégio Madre Alix, nos Jardins.

Questionada por que não acompanhou o presidente Michel Temer, que votou perto das 7h da manhã, ela devolveu: "Por que que acompanharia nesse momento? O presidente é presidente do Brasil, ele tem muitos aliados também nesse momento, não tem motivo para acompanhar".

A candidata se disse confiante na disputa e deu uma alfinetada no rival João Doria (PSDB). "Nós vamos poder mostrar propostas diferentes– aliás, nem tanto, porque no debate ele [Doria] concordava com todas as minhas, né?", disse

A peemedebista chegou por volta de 10h acompanhada por Andrea Matarazzo (candidato a vice-prefeito) e assessores.

Pesquisa Datafolha divulgada neste sábado (1), véspera do primeiro turno das eleições municipais, mostra que o candidato à prefeitura de São Paulo Doria segue na liderança, com 44% dos votos válidos, eleições.

Em segundo lugar, um triplo empate técnico, Haddad alcançou 16% e está em empate técnico com Celso Russomanno (PRB), também com 16%, e Marta, com 14%.

LEIA TAMBÉM

- Datafolha: Doria lidera com 44%. Haddad sobe e embola a 2ª colocação

- Explicamos a diferença entre voto branco e nulo e por que voto nulo NÃO pode anular eleição

Também no HuffPost Brasil:

Close
Eleições de SP em 2016: Debate do SBT
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção