Huffpost Brazil

'Que Horas Ela Volta?': Filme de Anna Muylaert vence 7 troféus no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro

Publicado: Atualizado:
QUE HORAS ELA VOLTA
Reprodução
Imprimir

Que Horas Ela Volta? faturou nada mais, nada menos que sete troféus Grande Otelo no 15º Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, na noite da última terça-feira (15).

Na cerimônia realizada no Theatro Municipal, no Rio de Janeiro, o filme de Anna Muylaert foi consagrado nas categorias de melhor longa-metragem de ficção, melhor longa pelo júri popular, direção (Muylaert), roteiro original (Muylaert), atriz (Regina Casé), atriz coadjuvante (Camila Márdila) e montagem em ficção (Karen Harley).

regina case anna muylaert camila mardila
Da esquerda à direita: Márdila, Muylaert e Casé

Que Horas Ela Volta? teve indicações em 14 categorias no total. O longa competiu também pelos troféus de melhor atriz coadjuvante (Karine Teles), ator coadjuvante (Lourenço Mutarelli) e trilha sonora original (Fábio Trummer e Vitor Araújo).

Márdila, em discurso, aproveitou para criticar o governo do presidente Michel Temer (PMDB).

camila mardila

"Foi maravilhoso voltar a ser atriz", disse Casé, como mostra o G1.

"Esse filme fala de maternidade, das mulheres que precisam abrir mão de cuidar dos filhos. Conheci muitas Val pelo mundo e eu precisava contar essa história."

regina case

anna muylaert

Vencedores e protestos

Chatô, o Rei do Brasil também se destacou, com cinco prêmios das 12 indicações que recebeu: melhor roteiro adaptado (Guilherme Fontes), ator (Marco Ricca) e direção de arte, entre outros. O homenageado da noite foi Daniel Filho.

Segundo o Globo, quase todos os vencedores das categorias principais se manifestaram dizendo "fora, Temer".

O rapper Flávio Renegado protestou usando uma camiseta com a frase "a PM matou Pixote".

flavio renegado

Confira no G1 a lista completa de vencedores e indicados.

LEIA MAIS:

- Close certo: Disney está em busca global por atriz chinesa para 'Mulan'

- Ben Stiller sobre diagnóstico de câncer de próstata: 'Exame salvou a minha vida'

- Tim Burton derrapa feio ao tentar explicar por que não há negros em seus filmes

Também no HuffPost Brasil:

Close
9 mulheres fundamentais para o cinema brasileiro
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção