Huffpost Brazil

SP: Escolas ocupadas em protesto contra 'reorganização escolar' têm nota acima da média no Enem

Publicado: Atualizado:
ESCOLA OCUPADA
Agência Brasil
Imprimir

As escolas Fernão Dias, em Pinheiros, e Diadema, na região metropolitana de São Paulo, símbolos da ocupação em protesto contra a reorganização escolar proposta pelo governo Geraldo Alckmin (PSDB) tiveram desempenho acima da média das instituições públicas do estado. A média de 500,43 foi superada pela Fernão Dias com a nota 507,52 e pela Diadema, com 503,39.

Em entrevista ao Estadão, o primeiro-tesoureiro da Ubes (União Brasileira dos Estudantes Secundaristas), Marcos Kauê de Queiroz liderava a escola de Diadema, na época da ocupação, afirmou que os protestos não prejudicaram os estudantes.

"Eles poderiam nem ter onde estudar este ano porque o Estado queria fechar as escolas. Ou poderiam ter sido realocados para outra estrutura ainda pior”, afirmou ao Estadão.

Em nota, a Secretaria Estadual e Educação ressaltou que a prova foi realizada antes da ocupação.

Reorganização escolar

Após protestos, em dezembro do ano passado, o governo revogou o decreto que oficializava a reorganização escolar. A medida previa que as escolas atendessem apenas um ciclo (ensino fundamental anos iniciais, anos finais e ensino médio) de acordo com a faixa etária, além do fechamento de 93 colégios.

Ocupação

Na época, os estudantes de 196 escolas que protestavam contra a mudança continuaram ocupando as escolas com o argumento de que revogar a medida era uma “manobra” para acabar com a manifestação.

Atualmente, outras escolas adotaram a tática para protestar. No Paraná, há 20 escolas ocupadas contra as reformas do governo do presidente Michel Temer e a PEC 241, que estabelece um teto para os gastos da União.

LEIA TAMBÉM:

- 'Alunos de classe mais baixa hoje nem tentam o Enem', diz secretária-executiva do MEC

- Governo Temer está há três meses sem pagar instituições de ensino do Fies

- Fies mais magro: Governo corta subsídio a estudantes em 32%

Mais no HuffPost Brasil:

Close
SP: A força dos alunos das escolas ocupadas
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção