Huffpost Brazil
Marcella Fernandes Headshot

Manuela D'Ávila: 'Marcela, vem lutar para que mulheres e homens possam cuidar mais de seus filhos'

Publicado: Atualizado:
MANUELA DVILA MARCELA TEMER
Montagem / Facebook / AGPT
Imprimir

Dois dias após o governo de Michel Temer lançar o programa Criança Feliz, a deputada estadual do Rio Grande do Sul, Manuela D`Ávila (PCdoB), afirmou que outras ações da gestão do peemedebista, como a PEC 241/16, que estabelece um teto para os gastos públicos, e a reforma trabalhista, trarão prejuízos sociais.

"Veja as crianças como se fossem o seu filho! Tu sabes que elas precisam, sim, de cuidados. E, para isso, precisam também do Estado. Esse Estado que seu marido quer "congelar", destruir", escreveu Manuela no Facebook, em um texto direcionado para a primeira-dama, Marcela Temer, madrinha do programa.

"Crianças são cuidadas. Esses cuidados passam por mães e pais que não podem trabalhar doze horas por dia! Que não podem ter seus direitos submetidos a negociação em plena crise! Essas crianças serão felizes com educação e saúde públicas de qualidade. Se a crise aumenta, mais esses pais trabalham, se não há direitos trabalhistas, mais frágeis ainda são essas mães no mercado de trabalho", continuou a deputada.

Mãe de Laura, com um ano, Manuela leva a filha para a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, para garantir a amamentação.

Ela enumerou uma série de dificuldades da maternidade, como violência obstétrica, acesso a creches e a educação infantil, horários de atendimento dos postos de saúde e licença maternidade e paternidade.

"A absoluta maioria das mulheres, Marcela, torce pra conseguir uma vaga em creche quando o bebê tem 100 dias para fazer a adaptação nos últimos 20 da licença. Outras, passam o dia angustiadas, pois deixam uma "vizinha" cuidando do bebê em ambientes não adequados", escreveu

.

Manuela disse ainda que a média dos bebês desmama aos 56 dias e destacou que muitas mulheres são demitidas ao voltar ao trabalho ou quando têm de faltar para tarefas da maternidade, como pegar a ficha no posto de saúde.

"Marcela, vem com a gente lutar pela felicidade de nossas crianças. Vem com gente lutar contra a ampliação da jornada de trabalho, contra a PEC 241. Vem com a gente lutar por uma sociedade em que mulheres e homens possam cuidar mais de seus filhos", diz a deputada no final do texto.

Criança Feliz

Em cerimônia de lançamento do programa Criança Feliz no Palácio do Planalto, Marcela afirmou que o afeto é essencial para o desenvolvimento escolar e que seu "trabalho será voluntário para sensibilizar e mobilizar setores da sociedade em torno de ações que possam garantir melhoria de vida para as pessoas".

Também na ocasião, Temer disse que "a presença da Marcela visa incentivar as mulheres do país". Ele afirmou que ela irá convidar as primeiras-damas e prefeitas para reuniões em Brasília "para que (o Criança Feliz) não fique apenas como um programada da União, mas seja da Federação, dos estados". O presidente não citou a participação de homens no programa.

O Criança Feliz foi desenvolvido pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA) para fortalecer as políticas públicas para a primeira infância.

O programa irá atender com áreas como ações de saúde e assistência social crianças de zero a três anos de famílias cadastradas no Bolsa Família. Serão contempladas 4 milhões de crianças, segundo o MDSA.

LEIA TAMBÉM

- Marcela Temer assume cargo no governo porque 'é mãe e tem todos os predicados para ajudar' no social

- Mães da escola de Michelzinho reclamam de esquema de segurança

Também no HuffPost Brasil:

Close
Marcela Temer
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção