Huffpost Brazil

Fã de ciclismo, ministro do Esporte leva equipe para acompanhar Mundial sem atletas brasileiros

Publicado: Atualizado:
LEONARDO PICCIANI
Foto: Roberto Castro/ME
Imprimir

Fã de ciclismo, o ministro do Esporte, Leonardo Picciani, vai viajar para o Catar com uma equipe de oito pessoas para acompanhar o Campeonato Mundial de Ciclismo de Estrada, no qual não há nenhum atleta brasileiro participando. A informação é do Correio Braziliense.

Segundo o jornal, a excursão ao Oriente Médio, prevista para 25 de outubro, custará aos cofres públicos pelo menos R$ 108 mil. Este é o gasto com passagem aérea e diárias. Em outubro do ano passado, o Ministério do Planejamento cortou investimentos e viagens para conter as contas públicas.

Além do gasto, a viagem tem caráter excepcional por ser a primeira vez em que uma equipe brasileira vai acompanhar o Mundial, disputado anualmente desde 1921.

Picciani tem carteirinha da Confederação Brasileira de Ciclismo e costumava publicar fotos praticando a modalidade. Atletas brasileiros teriam vagas na competição, mas, como dependem do desempenho na temporada, ninguém participará.

Encontro para salvar o Velódromo do Rio

Questionado pelo Correio sobre a excepcionalidade do fato, o Ministério do Esporte explicou que “o Brasil se tornou referência às nações que têm de cumprir essas missões nos próximos anos”.

Em nota, a pasta afirmou ainda que Picciani terá “encontros bilaterais para cooperação técnica e troca de experiências na organização da Copa do Mundo”. Outro motivo para a viagem é tentar dar uso ao Velódromo Olímpico, erguido no Rio de Janeiro para os jogos olímpicos. O ministro acredita que a existência do velódromo pode impulsionar o esporte no Brasil.

"Ainda em Doha, o ministro terá encontro com o presidente da União Ciclística Internacional, Brian Cookson. O objetivo é garantir a utilização do Velódromo Olímpico, erguido no Rio de Janeiro, em competições internacionais de ciclismo de pista", diz trecho da nota.

LEIA TAMBÉM:

- 7 histórias emocionantes que você só vê nos Jogos Paralímpicos

- Conheça Leonardo Picciano, o ministro de Temer que votou contra o impeachment de Dilma

Mais no HuffPost Brasil:

Close
#Rio2016: O bloco favela da abertura das Olimpíadas foi f***
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção