Huffpost Brazil

Atrizes e atores negros da TV ganham menos que colegas brancos

Publicado: Atualizado:
VIOLA DAVIS
Viola Davis, protagonista da série 'How to Get Away with Murder' (ABC), em evento em Beverly Hills, 25 de setembro | Jason LaVeris via Getty Images
Imprimir

Siga o dinheiro. O bordão, imortalizado em Todos os Homens do Presidente (1976), é uma boa dica para investigar esquemas de corrupção, mas é também uma boa dica para quem quiser saber para onde sopram os ventos em Hollywood. Em tempos de um número crescente de seriados de prestígio na telinha, a atual Era de Ouro da TV americana tem se mostrado um bocado lucrativa - principalmente para quem é branco.

É o que mostra um levantamento feito pela Variety. A revista conduziu uma pesquisa abrangente entre atores, executivos, agentes, advogados, gestores de carreira e outros representantes para oferecer um retrato da remuneração das grandes estrelas em programas atualmente em exibição na TV americana.

Para além de uma grande quantidades de zeros (que faz qualquer um contemplar mais longamente para o próprio contracheque), outros números chamam a atenção em análise feita pela Newsweek. Na categoria de comédia, por exemplo, entre os 33 atores e atrizes mais bem pagos da televisão, apenas sete não são brancos.

Entre os não-caucasianos, quem tem o pagamento mais gordo é Dwayne "The Rock" Johnson, que, sendo também nome de destaque nas telonas, fatura 400 mil dólares por episódio da série Ballers, exibida na HBO. Um salário respeitável, é verdade, mas há significativas casas decimais de distância entre ele e os três primeiros nomes da lista: Jim Parsons, Kaley Cuoco e Johnny Galecki, trio principal de The Big Bang Theory que fatura a bagatela de 1 milhão de dólares por episódio.

Olhando para o topo da lista em todas as categorias é possível ver grandes veteranos, como Mark Harmon (de NCIS), Mariska Hargitay (de Law & Order: SVU) e o popular elenco de Game of Thrones, todos na faixa de 500 mil dólares por episódio. Também no topo está o elenco de voz de Os Simpsons, que leva 300 mil dólares por episódio - quantia semelhante ao que os grandes nomes da telona Drew Barrymore e a dupla Emma Stone e Jonah Hill recebem agora na Netflix, nos seriados inéditos Santa Clarita Diet e Maniac. Já na outra ponta da lista, com salários mais "modestos", um padrão pode ser notado: atores e atrizes pertencentes a minorias raciais cujo prestígio e prêmios no currículo estão em descompasso com a sua remuneração.

Mesmo que seja verdade que o montante recebido por episódio pela maioria das estrelas seja mais dinheiro do que a maioria das pessoas já viu na vida, é a diferença de remuneração que merece destaque - principalmente no que se refere à questão racial. No ano em que a falta (recorrente) de atrizes e atores negros entre os nomeados ao Oscar ganhou as manchetes, a TV mostra que a questão de diversidade na tela é ainda mais profunda. E, olhando para o restante da lista, é fácil perceber que o salário avantajado de The Rock é uma exceção.

Na categoria de comédia, a colombiana Sofia Vergara é a atriz não-branca mais bem remunerada, levando 250 mil dólares por episódio de Modern Family, junto de seus outros colegas do elenco adulto. Três posições abaixo, aparece Mindy Kaling, de The Mindy Project, que recebe 140 mil por episódio. Nas últimas colocações, Tracee Ellis Ross, filha de Diana Ross e nomeada ao Emmy por sua atuação em black-ish, tem remuneração de 80 mil por episódio, enquanto seu colega de seriado Anthony Anderson recebe 100 mil, colocando-os bem atrás do elenco de séries como The Middle e Last Man Standing - vale notar ainda que a diferença de remuneração dos dois protagonistas também chama a atenção, já que, como o levantamento aponta, a maioria das séries tem pagamento equivalente para o elenco principal. Já em surpreendente último na lista de comédia, com pagamento de 60 mil por episódio, está Gina Rodriguez, atriz premiada com o Globo de Ouro e elogiadíssima por sua atuação em Jane the Virgin.

No topo da categoria de drama estão as Gilmore Girls Lauren Graham e Alexis Bledel, que receberam 750 mil por cada um dos quatro episódios do revival da série ainda inédito na Netflix. Duas grandes atrizes negras só aparecem na metade da tabela: Viola Davis e Kerry Washington, as estrelas das séries criadas por Shonda Rhimes How to Get Away With Murder e Scandal, respectivamente, recebem 250 mil dólares por episódio. Enquanto isso, Ellen Pompeo, protagonista de Grey's Anatomy, também criada por Rhimes, recebe 400 mil dólares por capítulo.

Mais surpreendente é a posição em que aparecem Terrence Howard e Taraji P. Henson, ambos previamente nomeados ao Oscar. Os atores, que lideram o elenco de Empire - eleita a melhor série do ano pela Associação de Críticos de Televisão em 2015 e que chegou a ter público de 16 milhões de espectadores - recebem 175 mil por episódio.

Quem tem espaço e voz em Hollywood ainda é uma questão de raça. Na TV podemos celebrar uma maior diversidade - mas ainda estamos longe de atingir a igualdade.

LEIA MAIS:

- O amor é lindo: Atriz e roteirista de 'Orange is the New Black' estão noivas

- Grazi Massafera sobre indicação ao Emmy: 'Me sinto premiada já'

- Rainha da p**** toda: Assista ao trailer de 'The Crown', nova série da Netflix

Também no HuffPost Brasil:

Close
E se os negros fossem maioria em Hollywood?
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção