Huffpost Brazil

Shailene Woodley sobre prisão em protesto: 'Um dia cantaremos nossa poesia'

Publicado: Atualizado:
SHAILENE WOODLEY
Atriz Shailene Woodley em coletiva de imprensa para promover o filme "Snowden" no Toronto International Film Festival | Fred Thornhill / Reuters
Imprimir

A atriz Shailene Woodley se manifestou pela primeira vez nas redes sociais, desde que foi presa na última segunda-feira (10), durante um protesto pacífico no condado de Sioux, Dakota do Norte, nos Estados Unidos.


“Um dia, querido, cantaremos nossa poesia. As palavras pingando de nossas línguas molhadas por uma paciência amadurecida. E na letra, as frutas doces nascidas das sementes envelhecidas que nossas mãos agora semeiam”, escreveu a atriz. Shailene foi liberada na terça-feira (11), após passar uma noite na prisão.

Entenda o caso

A atriz Shailene Woodley, protagonista de Divergente e A culpa é das estrelas, foi presa por invasão criminosa na última segunda-feira (10) enquanto participava de um protesto contra a construção de um oleoduto nos Estados Unidos. Ela fazia uma transmissão de vídeo ao vivo em sua conta no Facebook quando foi detida pela polícia.

A transmissão durava cerca de duas horas quando a atriz foi detida. No vídeo, é possível ver um oficial falar que ela será presa por invasão criminosa e ela responde:

"Por que estou sendo presa quando ninguém mais lá embaixo está sendo presa também?", pergunta ela a um policial no vídeo. "É porque eu sou famosa? É porque as pessoas me conhecem?"

Segundo a Variety, o Departamento do Xerife do Condado de Morton, no Estado da Dakota do Norte, disse que a atriz foi uma das 27 pessoas presas no protesto, que durou cerca de cinco horas. Entre 125 e 150 pessoas participaram, e Woodley foi presa próxima ao final do ato.

De acordo com o TMZ, cerca de 100 pessoas participaram do protesto que Woodley chamou de "pacífico" no local da construção para o projeto do gasoduto. Sheriff Laney, responsável pela área, no entanto, chamou o evento de "tumulto".

"Quando você tem muitas pessoas envolvidas nesse tipo de comportamento, incitando outros a violarem a lei, recusando-se a sair quando eles são convidados a deixar o local - não é um protesto", afirmou Laney ao TMZ. "Hoje, 27 prisões foram feitas, não porque queríamos que isso acontecesse, mas porque as pessoas na cena escolheram isso", concluiu.

Woodley expressou publicamente seu apoio ao povo da reserva Standing Rock. No mês passado, a atriz apareceu no programa Late Night with Seth Meyers com o senador Bernie Sanders, onde ela falou sobre o projeto do gasoduto e se posicionou abertamente sobre a questão.

LEIA MAIS:

- Fernanda Gentil rebate seguidor e destrói ideia de 'referência masculina'

- Mark Ruffalo promete cena de nudez se americanos NÃO elegerem Trump

VEJA MAIS NO HUFFPOST BRASIL:

Close
Celebridades engajadas em causas da ONU
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção