Huffpost Brazil

ONU oficializa António Guterres como secretário-geral

Publicado: Atualizado:
ANTONIO GUTERRES
Rafael Marchante / Reuters
Imprimir

O ex-ministro português António Guterres tornou-se oficialmente nesta quinta-feira (13) o nono secretário-geral da história da Organização das Nações Unidas (ONU).

A Assembleia Geral ratificou por aclamação a indicação do ex-chefe do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur), eleito pelo Conselho de Segurança como sucessor do sul-coreano Ban Ki-moon.

Com mandato até dezembro de 2021, Antonio Guterres assumirá o cargo no dia primeiro de janeiro de 2017 e liderará a ONU num momento desafiador, repleto de confrontos nacionais e internacionais, além da crescente tensão entre a Rússia e o Ocidente e a crise migratória na Europa.

Guterres foi primeiro-ministro de Portugal de 1995 a 2002 e serviu ao ACNUR de 2005 a 2015.

"Tenho duas palavras para descrever o que estou sentindo agora: gratidão e humildade", disse Guterres em um comunicado curto em Lisboa, que ele repetiu em várias línguas quando foi nomeado pelo Conselho de Segurança - a última etapa, quando o nome é ratificado pela Assembleia Geral, tem função mais protocolar.

"Humildade (é o que sinto) em relação aos desafios enormes à nossa frente, à complexidade terrível do mundo moderno. Mas também é humildade o que se exige para servir aos mais vulneráveis, às vítimas de conflitos, do terrorismo, das violações de direitos humanos, da pobreza e das injustiças do mundo", afirmou.

Ban, falando durante uma visita a Roma, descreveu Guterres como uma "super escolha" como sucessor.

"Tenho certeza de que ele irá conduzir a tocha da amplitude total dos desafios centrais, do fortalecimento das operações de paz à conquista do desenvolvimento sustentável, exaltando os direitos humanos e suavizando o sofrimento humanitário", disse Ban aos repórteres.

LEIA MAIS:

- Depois de indicar português ao posto de líder, ONU pode eleger uma mulher como vice-secretária

- Brasil, direitos humanos, e a crise internacional de refugiados e migrantes

- Temer na ONU: Brasil vai modernizar leis migratórias para acolher refugiados

Também no HuffPost Brasil

Close
Angelina Jolie em campo de refugiados
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção