Huffpost Brazil

Atrás de investimentos, Temer vai à Ásia para participar de cúpula do Brics

Publicado: Atualizado:
MICHEL TEMER
ANDRESSA ANHOLETE via Getty Images
Imprimir

O presidente Michel Temer viajará à Ásia na sexta-feira (14) para vários encontros com líderes e empresários da região. Ele vai participar da 8ª Cúpula do Brics (bloco econômico formado pelo Brasil, a Rússia, Índia, China e África do Sul) em Goa, na Índia, e em seguida terá compromissos com o governo indiano. Temer irá também ao Japão.

“O Brics mantém cooperação em diversos temas, com destaque para a área financeira. Em Goa, assinaremos acordos de cooperação alfandegária, pesquisa agrícola e cooperação ambiental”, informou o porta-voz do governo, Alexandre Parola, na última terça-feira (11).

Após a cúpula do Brics, o presidente “reforçará laços” com a Índia, durante encontro com integrantes do governo e empresários do país. Segundo Parola, a viagem será uma oportunidade de mostrar o que o governo chama de “um novo Brasil”, com “oportunidades de investimento, estabilidade e responsabilidade fiscal”.

Entre os objetivos da viagem também estão os de aumentar o comércio de produtos industriais e atrair investimentos para projetos de infraestrutura, segundo a Gazeta Russa.

No Japão, Temer vai ser recebido pelo primeiro-ministro Shinzo Abe. Será a primeira visita de um chefe de Estado brasileiro ao Japão em 11 anos. “Em seguida, terá um encontro com empresários, onde será apresentada a nova realidade econômica brasileira e as oportunidades abertas pelo Plano de Parcerias de Investimentos”, disse Parola. O presidente volta ao Brasil no dia 20.

Essa é a quarta viagem internacional de Temer desde que assumiu a presidência da república em 31 de agosto, após o impeachment de Dilma Rousseff. Em menos de dois meses Temer foi à China, aos EUA e também fez um pequeno tour pela Argentina e Paraguai.

Em julho, quando Temer ainda era presidente interino, um funcionário do governo disse à Reuters que o líder tinha intenção de manter relações próximas com os países do bloco.

De acordo com o G1, devem compor a delegação brasileira os seguintes ministros: José Serra (Relações Exteriores), Henrique Meirelles (Fazenda) e Marcos Pereira (Indústria, Comércio Exterior e Serviços) e pelo secretário do Programa de Parcerias e Investimentos (PPI), Moreira Franco. A primeira-dama, Marcela Temer, também deve integrar a comitiva.

(Com informações da Agência Brasil)

LEIA TAMBÉM:

- O preço da 'PEC do Teto': Base de Temer cobra cargos nas estatais

- Oposição aposta em rejeição popular à PEC 241 para derrubar teto de gastos

- 'Marcela, vem lutar para que mulheres e homens possam cuidar mais de seus filhos'

Também no HuffPost Brasil

Close
Temer e líderes mundiais
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção