Huffpost Brazil

9 coisas que pessoas que sofrem de depressão gostariam que você soubesse

Publicado: Atualizado:
Imprimir

living with depression illustration

Pense nas pessoas com quem você interage todos os dias: pode ser um colega do trabalho, um vizinho ou a pessoa que te atende no café. Elas sorriem, falam sobre os planos do fim de semana e perguntam sobre seus filhos.

Agora imagine que, por dentro, essas mesmas pessoas possam estar sofrendo de terríveis dores de cabeça, solidão e pensamentos negativos persistentes. O nível de energia delas é tão baixo que elas têm enorme dificuldade em sair da cama. Mas você jamais saberia.

Essa é a realidade de quem vive com distimia, um tipo de depressão crônica – uma forma da doença que não impede a pessoa de funcionar. Como a depressão, a distimia pode provocar mudanças no apetite, problemas no sono e dificuldades emocionais. Mas ela é muito mais difícil de perceber.

A depressão afeta quase 350 milhões de pessoas no mundo todo, o que significa que é provável que você conheça pelo menos uma pessoa que sofra com alguma forma da doença.

Um dos maiores desafios desse tipo de depressão é a falta de entendimento sobre suas particularidades. Pedimos a integrantes da comunidade HuffPost Lifestyle no Facebook que contassem o que eles gostariam que todos entendessem:

depressão

1. As pessoas não entendem a dificuldade dos sintomas.

A depressão é uma condição difícil e debilitante. Fim da história.

“Como consigo trabalhar em tempo integral e estar bem, sou dona da minha casa e cuido de tudo sozinha, as pessoas subestimam como é difícil funcionar às vezes. Demora para processar as coisas. Experiências negativas ficam comigo um tempo, enquanto os outros as superam rapidamente. Elas simplesmente me consideram uma pessoa negativa, dramática ou sensível demais, mas é meu processo.” – Christine Dolan

2. Atividades diárias, como ir para o trabalho, ainda parecem impossíveis.

Só porque você vê uma pessoa com esse problema atacando as tarefas do dia não significa que seja tudo muito natural.

“É difícil manter-se sob controle, mas é ainda mais complicado quando você sabe que as pessoas não te compreendem e não te dão crédito só pelo fato de que você saiu da cama.” – Christine Dolan

3. A doença não precisa ser visível para ser real.

Nem todos os problemas de saúde são visíveis a olho nu. Mas o fato de você não percebê-la não significa que ela não exista.

“Só porque sou bem sucedida e pareço ter tudo sob controle não significa que uma má experiência não vá me tirar dos trilhos. E isso me dá muito medo.” – Michelle Martin Haywood

4. Elas apreciam que você pergunte como elas estão.

O apoio dos outros lembra a pessoa que sofre de depressão que ela não está sozinha.

“Você deveria me mandar mensagens e me ligar, mesmo que eu não responda imediatamente. Os pensamentos são extremamente exaustivos, então simplesmente chegar ao fim do dia às vezes tem de ser suficiente.” – Julie Kenney Myett

5. A doença é mais profunda que as circunstâncias da vida.

A depressão consegue projetar todo pensamento negativo que você tem a respeito de si mesmo numa tela enorme dentro da sua cabeça. Só porque parece que uma pessoa “tem tudo” não significa que ela não tenha problemas de saúde mental.

“Trabalho em tempo integral e sou casada. Tento muito ser ‘normal’. As pessoas me perguntam: ‘Por que você está triste? Você tem tudo. É tão linda. Tem um marido incrível, um bom emprego, dinheiro etc’. Se as pessoas soubessem a confusão na minha cabeça... ela não acaba nunca e é exaustiva.” – Jayne SC

6. As aparências exteriores nem sempre correspondem ao interior da pessoa.

Uma pessoa pode parecer funcionar normalmente, mas o que se passa internamente pode ser muito diferente.

“De fora, pareço sob controle, mas a verdade é que acho tudo muito cansativo. Acordar, tomar café-da-manhã, levar meus filhos para a escola – tudo consome minha energia. Ando num estado de exaustão constante.” – Jennifer Hazen

7. Um pouco de ajuda faz muita diferença.

Pode não parecer muita coisa para você, mas se oferecer para fazer algo para uma pessoa querida pode fazer uma diferença enorme.

“Queria que as pessoas viessem até mim em vez de esperar que eu fosse até elas (vários dos meus amigos e parentes moram a cerca de duas horas de distância). Isso tiraria muito da pressão.” – Caitriona Foley

8. Sentir-se melhor não depende de uma simples mudança de atitude.

Não dá para simplesmente “superar” a depressão ou “parar de se sentir triste”. A depressão, no fundo, é uma questão fisiológica e afeta áreas do cérebro. Ela também acarreta sintomas físicos.

“As pessoas acham que você é preguiçosa quando tem de usar toda a sua força de vontade para levantar da cama.” – Meredith Elmore

9. Tratamentos funcionam.

O que funciona para uma pessoa pode não funcionar para outra. Há várias opções para administrar e se recuperar da depressão, de hábitos diários a cuidados médicos específicos, como terapia ou medicamentos. Normalmente, um plano eficaz requer mais de uma delas. O tratamento funciona, e as pessoas podem levar vidas plenas apesar da doença.

“É difícil conviver com a doença, especialmente se há pessoas que dependam de você. O tempo inteiro tenho consciência dos meus sentimentos, do que me cerca e de como vou sobreviver aos próximos cinco minutos. Mas sou grata por ter encontrado uma maneira para viver minha vida.” – Goldie Fantastic

Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost US e traduzido do inglês.

Viver bem é o tipo de desejo tão universal que se tornou um direito. Mas não há fórmula ou mágica que o garanta, o que deixa, para cada um de nós, a difícil tarefa de descobrir e pavimentar o próprio caminho. A newsletter de Equilíbrio vai trazer a você textos e entrevistas sobre saúde mental, angústias, contradições e alegrias da vida. Assine aqui para receber novidades no fim de semana.

LEIA MAIS:

- Depressão, tretas no Facebook, o outro que sempre incomoda: Por que é preciso falar de saúde mental

- ‘Mas você não parece estar deprimido': 22 relatos sobre o que não está visível na depressão

- Quando termina a tristeza e começa a depressão?

TAMBÉM NO HUFFPOST BRASIL:

Close
Cartões para lidar com o luto
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção