Huffpost Brazil

Você consegue não olhar para este rato esmagado dentro de um livro do século 17?

Publicado: Atualizado:
RATO ESMAGADO
Um rato foi esmagado por alunos Escola da Catedral de Salisbury no século 19. O animal encontrado dentro de um livro de latim publicado em 1684 | MATT CARDY VIA GETTY IMAGES
Imprimir

Bem, aqui está uma maneira de se livrar de uma peste — e de sua enfadonha lição de casa de latim — com um só golpe.

O livro de latim mostrado acima, publicado em 1684, se transformou em um túmulo sui generis para um rato quando alunos do século 19, da Escola da Catedral de Salisbury, no Reino Unido, usaram seus recursos de aprendizagem para um propósito não convencional.

O livro — e o rato — estão preservados atualmente na biblioteca da Catedral, junto com outros fragmentos do passado impresso em palavras, tais como manuscritos em pergaminho criados quase mil anos atrás.

Caso você queira ver o cadáver adoravelmente preservado, dirija-se à Catedral de Salisbury, no Reino Unido, para uma visita guiada à biblioteca, que em setembro abriu pela primeira vez suas portas ao público em geral.

Antes, era preciso estar formalmente vinculado a uma instituição acadêmica e ter um sério propósito de pesquisa para a visita. (Será que funciona dizer: “Antes de morrer, preciso ver com meus próprios olhos um roedor perfeitamente achatado”? Agora sim!)

De qualquer maneira, dê uma olhada abaixo em alguns outros ângulos do querido rato falecido e mais tesouros da biblioteca da Catedral de Salisbury.

arquivista

A arquivista da Catedral, Emily Naish, segura o livro com um rato esmagado por alunos do século 19, na Escola da Catedral de Salisbury.

arquivista_catedral

A arquivista da Catedral, Emily Naish (centro), mostra um livro de uma coleção de manuscritos do século 12, originalmente da Biblioteca da Catedral em OldSarum (assentamento mais antigode Salisbury), para visitantes na Catedral de Salisbury, em 14 de setembro de 2016, em Salisbury, Inglaterra. A biblioteca foi aberta ao público em geral em setembro com a oferta de visitas guiadas.

parte coleção

Parte da coleção de livros raros e valiosos é vista nesta imagem. Embora a sala onde a biblioteca da Catedral de Salisbury tenha sido construída em 1445, as origens da biblioteca são muito mais antigas, com uma ampla variedade de livros que foram criados por escribas da antiga catedral, no fim do século 11, e que constitui a maior coleção de manuscritos do período normando, ainda com o proprietário original.

biblioteca

A arquivista da catedral, Emily Naish (à direita), conversa com visitantes na biblioteca. Atualmente, a biblioteca dispõe de aproximadamente 8 mil volumes datados do século 9 até os dias de hoje, sendo que a maioria dos livros traz temáticas teológicas ou literárias, além de uma vasta gama de outros assuntos como ciência, matemática e medicina.

detalhe

Detalhe de um livro religioso do século 10, exibido na biblioteca da Catedral de Salisbury, em 14 de setembro de 2016, em Salisbury, Inglaterra.

biblioteca

Parte da coleção de livros raros e valiosos expostos para visitantes na biblioteca da Catedral de Salisbury, em 14 de setembro de 2016, em Salisbury, Inglaterra.

caneta tinteiro

Uma antiga caneta e tinteiro.

livro sec 14

Um livro do século 14 usado em missas é exibido na biblioteca.

escultura

Uma escultura deixada por um pedreiro.

adeus

Tchau, ratinho.

Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost US e traduzido do inglês.

LEIA MAIS:

- Escritora Beatriz Bracher desbanca Mia Couto e vence o Prêmio São Paulo de Literatura

- Para mulheres, ler Agatha Christie é tão relaxante quanto ouvir canções de ninar

- Casa de Oscar Wilde em Londres vira símbolo em homenagem a personalidades gays britânicashttp://www.brasilpost.com.br/2016/09/23/oscar-wilde-casa_n_12158194.html?utm_hp_ref=livros

Também no HuffPost Brasil:

Close
Bibliotecas impresionantes
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção