Huffpost Brazil

O que já sabemos sobre o beijo lésbico de Bruna Marquezine e Letícia Colin na minisérie 'Nada Será Como Antes'

Publicado: Atualizado:
BRUNA E LETICIA
Reprodução/Instagram
Imprimir

A minisérie Nada Será Como Antes estreou no dia 27 de setembro, na TV Globo.

Escrita por Guel Arraes, Jorge Furtado e João Falcão, o programa recria o Brasil dos anos 50 e tem chamado atenção do público devido ao relacionamento entre as personagens de Bruna Marquezine e Letícia Colin. A polêmica deve aumentar ainda mais depois do episódio desta terça-feira (18), que (finalmente!) vai exibir a cena do beijo lésbico entre as duas.

Bruna dá vida à Beatriz, uma sedutora dançarina e cantora de boate que tem o sonho de ser uma estrela de programa de televisão. A exuberância da aspirante à atriz faz com que ela consiga um emprego na TV Guanabara.

Beatriz não só encanta a audiência, como também Otaviano (Daniel Ribeiro), um jovem rico e metido na política, responsável pelo financiamentos das primeiras produções do canal.

Para o desespero do seu pai, o magnata Pompeu (Osmar Prado), Otaviano assume publicamente o romance com a aprendiz a atriz.

Mas, no meio do caminho, a situação fica ainda mais confusa. Beatriz se encanta por Júlia (Letícia Colin), a outra filha de Pompeu e também vai se envolver com ela.

A grande cena entre as duas mulheres vai ao ar no próximo capítulo.

Ao que tudo indica, Beatriz e Júlia vão interpretar uma cena de amor em que um beijo vai resultar em uma relação sexual entre as duas.

No episódio, Júlia vai ficar chateada ao ver Beatriz e seu irmão em momentos de intimidade. Ela pede para a dançarina se afastar do rapaz. A morena vai usar de todo o seu charme para reverter a situação - e é aí em que tudo acontece.

Porém, pode esquecer as cenas explicitas. Em entrevista ao Ego, Bruna Marquezine afirmou que o "beijaço" não deve passar de um selinho.

A cena entre as mulheres será mais parecida com o beijo entre Felix (Matheus Solano) e Niko (Thiago Fragoso), de Amor a Vida, do que a exibida entre André (Caio Blat) e Tolentino (Ricardo Pereira), em Liberdade, Liberdade.

"Os beijos ficam sugeridos, não tem nenhuma cena que irá ao ar mostrando explicitamente. O relacionamento fica claro, mas não tem beijo. Muitas cenas ficam sempre no implícito, dando a entender o que elas fizeram."

Bruna afirmou, no entanto, que não teria tido problemas em interpretar algo mais "quente", caso este tivesse sido o pedido da direção.

Letícia também foi questionada pela coluna de Bruno Astuto sobre as cenas entre as personagens.

“A gente fez um beijão, com paixão. Fizemos uns dois takes só. O Villamarim não é muito de repetir. Nunca tínhamos trabalho juntas, mas, durante as gravações, conversamos muito e ficamos amigas. Essa empatia ajuda muito em cena. E sou a favor da igualdade de direitos, da luta LGBT. É um trabalho do bem. Tenho orgulho de ajudar a reduzir o preconceito.”

Porém, ao Ego, a atriz afirmou que a discrição vai prevalecer nas cenas.

"Não teremos nenhuma grande cena de sexo. Pelo menos, a meu ver, como atriz, acho que está tudo muito lindo. Não tem essa história de quem seduziu quem, acontece um encontro entre as duas. Elas têm um encantamento mútuo, uma relação confusa que passa também pela amizade."

Outros casais lésbicos já chamaram atenção em programas da TV Globo, como o beijo entre Clara e Marina, da novela Em Família, que selou o casamento das duas.

Sem objetificação da mulher e com naturalidade, o beijo lésbico precisa ser representado nas produções televisivas.

Agora, só resta acompanhar a série Nada Será Como Antes, que terá 12 episódios e é exibida sempre às terças-feiras, para saber o desenrolar dessa história.

LEIA MAIS:

- Cenas de Bruna Marquezine nua vazam na web. Globo tomará medidas judiciais

- Neymar invade arquibancada para abraçar Bruna Marquezine. Agora todos querem a volta do casal

Também no HuffPost Brasil

Close
9 coisas que você sempre quis entender sobre lésbicas
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção