Huffpost Brazil

'Hackathon do empreendedorismo' chega ao Brasil com maratona de 12 horas para tirar sua empresa do papel

Publicado: Atualizado:
PROTOHACK
Reprodução/Facebook
Imprimir

Pela primeira vez, o Brasil vai sediar a ProtoHack, evento de empreendedorismo que tem o mesmo formato da conhecida Hackathon, maratona de programação. Na ProtoHack, a ideia é a mesma: fazer uma maratona de empreendedorismo com 12 horas de mentoria, palestras, networking e prototipagem e, ao final, ter a chance de apresentar a startup para grandes executivos, investidores e empresários.

A primeira edição do evento no País vai acontecer em São Paulo no próximo dia 29 de outubro, com um limite de 100 participantes. Os aspirantes a empreendedores terão, ao longo de 12 horas, a oportunidade de criar sua startup do zero, mesmo sem conhecimento em programação, com apoio de especialistas nas áreas de empreendedorismo, design, programação e investimentos.

"Os participantes iniciam o dia com uma ideia, e ao término, terão 90 segundos para fazer um pitch (discurso de venda) de sua ideia na frente de investidores, desenvolvedores, empresários e outros profissionais envolvidos no mercado de startups. Os três melhores projetos ganharão prêmios que podem chegar a 10 mil dólares", diz Ricardo Queiroz, diretor regional da ProtoHack.

O evento nasceu no Vale do Silício, nos Estados Unidos, em 2014. Desde então, foram realizados 30 maratonas em diversas cidades em todo o mundo, como Nova York, Los Angeles, Chicago, Houston, Vancouver, Montreal, Milão, Dubai, Nova Delhi e Estambul e, agora, em São Paulo.

Como funciona

Durante a maratona, os competidores trabalharão individualmente ou em equipes de no máximo 4 pessoas para criar protótipos de suas ideias, e em seguida, apresentá-la no palco para um juri de investidores e empresas, como Maria Rita, diretora executiva do Anjos do Brasil, Renato Prado, CEO do espaço Engenho Maker, e Rodrigo Quinalha, investidor e líder de inovação na KICK Ventures.

O evento começa às 9h com um ciclo de quatro palestras e workshops. A partir das 14h, inicia o processo de mentoria, na qual os futuros empreendedores apresentam ideias e recebem dicas de profissionais conceituados em design, pitch, gestão de negócios, entre outros assuntos.

Com o auxilio dos mentores, os participantes começam a organizar suas ideias através de prototipagem, planejamento de marketing e negócio, design e a montagem do pitch.

Após esse ciclo, começa a bateria de apresentação: cada equipe terá 90 segundos para apresentar seu projeto ao júri. Os cinco melhores passaram por uma nova fase de cinco minutos com os júris e dentre eles, os três primeiros receberam prêmios pelo projeto, que podem chegar a US$ 10 mil.

Nomes confirmados para o evento são Alexandre Pellaes, sócio da 99 Jobs e fundador da Ex-boss, Flavio Santana, colaborador do portal Design Culture e Eduardo Luiz CEO da IaSoft, entre outros.

Inscrições

Interessados podem se inscrever no site do evento. O valor da inscrição é de R$ 130, mas leitores do HuffPost Brasil têm desconto de 20%, basta utilizar o código PHHUFF20.

Segundo Queiroz, não existe limitação de nacionalidade na participação. "O evento acontece em várias cidades do mundo, porém é importante que o participante tenha domínio do idioma para não comprometer sua participação."

LEIA MAIS:

- Uma Wall Street verde: 'Facebook da maconha' quer vender ações na Bolsa de Nova York

- De volta para o futuro: lições de empreendedores e de startups vencedoras

Também no HuffPost Brasil

Close
8 ideias bobas que viraram negócios milionários
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção